Tags

Notícias

Takata declara falência após escândalo dos airbags mortais

Créditos: Foto: BreakfastPirate via Visual Hunt / CC BY-NC

Acusada de vender airbags defeituosos em todo mundo, a Takata declarou falência nesta segunda-feira (26). Ao menos 16 pessoas morreram por conta das bolsas infláveis defeituosas, que projetaram fragmentos contra os ocupantes. O escândalo foi revelado em 2014 e já atingiu grandes montadoras como a Honda, Toyota, BMW e General Motors, que precisaram realizar convocações para recall de seus carros.

Segundo informações da agência France Presse (AFP), a empresa japonesa concluiu um acordo para transferir suas atividades para a fabricante norte-americana Key Safety Systems(KSS). Embora seja dos Estados Unidos, a autopeças pertence à chinesa Ningbo Joyson Electronic.

LEIA MAIS: Jeep Renegade é chamado para recalll por problema no freio

Cemitério de carros: veja veículos abandonados nas ruas do Brasil e do mundo

De acordo com o comunicado oficial, a Takata/KSS formará um grupo com 60 mil funcionários em 23 países. A nota também promete manter o número de empregados da companhia japonesa e de fábricas no Japão.

Recall no Brasil

Nos últimos meses, mais de 500 mil carros foram convocados para recall no Brasil. Grande parte desse número é por conta dos airbags da Takata. Confira quais foram os carros chamados pelas montadoras na galeria especial do Garagem360.

Newsletter

Receba com exclusividade nossos conteúdos e o e-book com dicas para cuidar melhor de seu veículo.