Suzuki Jimny 2022: equipamentos e preços do jipinho 4×4

Ele é um dos menores jipes do mercado brasileiro, mas também um dos mais interessantes. O Suzuki Jimny 2022 é muito mais que um carro carismático. Força é o que não falta para ele. Com preços a partir de R$ 103.990, o japonês, que está em sua quarta geração, também oferece um pacote de equipamentos de série ideais para o dia a dia.

Suzuki Jimny 2022

Ao lado do Vitara, o Jimny é um dos pioneiros da marca aqui no Brasil. Em 2019, ganhou pequeno facelift após muitos anos sem mudanças. No lado de fora, destaque para a novo para-choque, nova máscara do farol e os shield splash dianteiros e traseiras disponíveis a partir da versão 4Sport. O seu acabamento interno também recebeu melhoras.

Foto: Divulgação/Suzuki

Já que sua especialidade é enfrentar estradas de terra e trilhas, nada como equipamentos certos para enfrentá-las. O jipe possui tração 4×2, 4×4 e 4×4 reduzida e altura livre do solo de 200 mm. Além disso, traz uma suspensões com eixo rígido.

Atualmente, a linha Jimny está dividida em quatro versões. A mais em conta é a 4Work, que está com preços a partir de R$ 103.990. Já a 4All está custando a partir de R$ 107.990. Seguindo em frente, encontramos a 4Sport (a partir de R$ 115.990). A versão top de linha é a Forest, que custa a partir de R$ 122.990.

Motorização

Todas elas trazem debaixo do capô o motor 1.3 16v DOHC de 4 cilindros e com injeção eletrônica. Ele é capaz de gerar 85 cv a 6.000 rpm e torque máximo de 11,2 kgfm a 4.100 rpm. Sua velocidade máxima é de 146,4 km/h e acelera de 0 a 100 km/h em 15,1 segundos. Seu câmbio é o manual de cinco velocidades.

Segundo dados do Inmetro, o pequeno aventureiro traz bons números de consumo. Ele pode rodar 9,5 km/l na cidade e 10,7 km/l na estrada.

Equipamentos de série

A gama do Suzuki Jimny é bastante excêntrica. Cada configuração tem um estilo diferente. Mas sempre buscando manter motorista e passageiros confortáveis.

Pensando em equipamentos de série, o carro é bem servido desde a versão 4Work. Ela traz ar-condicionado, airbag duplo, cintos de segurança de três pontos, hodômetro, luz de neblina traseiro, sistema keyless, sistema immobilizier, brake light, grade dianteira na cor preta, rack de teto na cor preta, apoio de braço nas portas, banco traseiro reclinável, bancos com revestimento em vinil, faróis halógenos, console central com porta copos, direção hidráulica, limpador de para-brisa intermitente, limpador e lavador traseiro, rodas de liga leve de 15″, vidros elétricos e volante de três raios.

Foto: Divulgação/Léo Sposito/Suzuki Brasil

Já a 4All traz quase os mesmos equipamentos da versão anterior. Porém, adiciona alguns elementos, como por exemplo: espelhos retrovisores na cor do veículo, assoalho revestido em carpete, bancos com revestimento em tecida (os da 4Work são revestidos em vinil), central multimídia de sete polegadas (com Android Auto e Apple CarPlay, farol de neblina dianteiro e grade dianteira na cor do veículo.

A 4Sport é um pouco mais ousada. Dentre os itens de série, você encontrará: assoalho revestido em borracha, bancos com revestimento Premium, rodas de liga leve de 15″ na cor Dark Grafite, volante de três raios revestido em couro, mascaras de farol na cor grafite e engate traseiro.

Foto: Divulgação/Léo Sposito/Suzuki Brasil

Por fim, o modelo mais completo (Forest) tem suas exclusividades. Além dos itens citados anteriormente, ela oferece amortecedor de direção, plaqueta de identificação Forest, rock slider lateral tubular, skid plate da cx. transferência e rack com cesta.

 

 

 

 

.