Shelby GT350 terá motor V8 aspirado mais potente já produzido pela Ford

Notícias 16 de junho de 2015 Da Redação, com assessoria 0

O propulsor 5.2 desenvolve 533 cavalos a 7.500 rpm e tm torque de 59,3 kgfm a 4.750 rpm

A Ford anunciou que o Mustang Shelby GT350 terá o motor naturalmente aspirado de série mais potente da história da marca. Trata-se do 5.2 V8 com 533 cv de potência a 7.500 rpm e 59,3 kgfm de torque a 4.750 rpm. O esportivo chega ao mercado dos Estados Unidos no final do ano junto com a versão GT350R, também equipada com o novo motor.

“O programa do Shelby GT350 começou com um objetivo claro: criar o Mustang de série mais equilibrado, ágil e emocionante já produzido”, diz Jamal Hameedi, engenheiro-chefe da Ford Performance. “Todas as mudanças que fizemos nesse carro foram voltadas para os requisitos funcionais de um motor poderoso. Esse V8 5.2 naturalmente aspirado com virabrequim de perfil plano e alta rotação atende todas as metas que estabelecemos, de alta potência, ampla curva de torque, resposta agressiva do acelerador e baixo peso.”

Sem turbo ou sobrealimentação, o propulsor gera 103 cv por litro. É também o motor de giro mais alto da história Ford, com zona vermelha em 8.250 rpm.

Como explica a montadora, diferentemente dos motores V8 tradicionais com virabrequim de perfil cruzado, quando se alinha a visão ao eixo, as suas seções formam uma “cruz” com ângulos de 90 graus, o novo 5.2 utiliza um virabrequim de perfil plano, tipicamente encontrado em esportivos da Ferrari e carros de corrida – as seções do eixo são dispostas em 180 graus, formando uma linha reta de contrapesos quando vistas do mesmo ponto.

O projeto do novo motor foi otimizado com ferramentas de design por computador e simulações de desempenho totalmente digitais. Milhões de configurações de entrada de ar e de escape foram testadas para chegar à combinação ideal.

Transmissão

Tanto no Shelby GT350 como no Shelby GT350R, o novo V8 vem equipado com transmissão manual de seis velocidades Tremec TR-3160, projetada especialmente para alta rotação. Ela tem carcaça leve de alumínio fundido, dupla embreagem e volante de massa dupla, otimizados para redução do peso e inércia.

Outros aspectos do novo V8, cujo deslocamento real é de 5.163 centímetros cúbicos, incluem uma arquitetura ligeiramente “oversquare” (em que o diâmetro do pistão é maior que o seu curso), de 94×93 milímetros, e taxa de compressão de 12,0:1. Tanto as válvulas de admissão como de escape têm elevação massiva de 14 milímetros. O corpo do acelerador, de ação rápida e com 87 milímetros – o maior já usado em um motor Ford – abastece o motor de ar.

O bloco de alumínio, exclusivo e produzido com tecnologia de plasma patenteada da Ford, reduz ainda mais o peso do motor. “Um Mustang tão excepcional como o Shelby GT350 merece um motor igualmente extraordinário”, diz Dave Pericak, diretor da Ford Performance. “O novo V8 5.2 naturalmente aspirado se encaixa perfeitamente na dinâmica equilibrada do Shelby GT350 e acreditamos que se tornará um ícone de desempenho”, finaliza.

 

Nenhum comentário até agora.

Seja o primeiro a comentar.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *