Tags

Destaques

Renault Kwid: confira os detalhes do sucessor do Clio no mercado nacional

Créditos: Foto: Divulgação

Projetado para países emergentes, o Renault Kwid foi apresentado oficialmente pela durante o Salão do Automóvel de São Paulo. Anunciado como menor SUV da marca, ele é cotado para ser o veículo de entrada da linha Renault no Brasil, entrando no lugar do veterano Clio.

Foto: Divulgação
Kwid terá sob o capô o novo motor 1.0 três cilindros da Renault |Foto: Divulgação
Kwid terá sob o capô o novo motor 1.0 três cilindros da Renault

Com 3,68 m de comprimento, ele é maior que o VW Up (3,60 m), mas é menor que o Fiat Uno (3,77 m). Sob o capô ele terá o novo motor 1.0 três cilindros SCe da Renault, que rende 82 cv com etanol e 79 cv com gasolina. Utilizando bloco em alumínio, ele conta com duplo comando de válvulas, no escape e admissão.

Visualmente o Kwid demonstra uma aparência robusta. Sua frente lembra a do Sandero, com faróis retangulares e grade volumosa. Os para-lamas receberam proteções em plástico, porém chama a atenção os três parafusos para fixação da roda, que trazem uma lembrança dos antigos Ford Corcel e demonstram que o projeto do Kwid é realmente de baixo custo.

Internamente o modelo também parece que se inspirou em seu irmão maior, com o painel lembrando o do Sandero. Ao menos no conceito apresentado no Salão de São Paulo, o quadro de instrumentos era mais completo e diferente que o modelo indiano, cujo mostrador é digital e com poucas informações.

 

Newsletter

Receba com exclusividade nossos conteúdos e o e-book com dicas para cuidar melhor de seu veículo.