Tags

Notícias

Relembre anúncios ‘inusitados’ da Mini

Créditos: Foto: Divulgação
2 abril, 2020
Da Redação, com assessoria

Nos últimos 18 anos, a Mini comemorou a leveza e a alegria do Dia da Mentira (“celebrado em 1 de abril) com modelos, conceitos e acessórios estranhos que nunca foram destinados a se tornar realidade.

Neste ano, a marca destacou alguns dos momentos mais memoráveis e bem-humorados da empresa no passado. Confira abaixo algum deles: 

Três faróis

Em 2002, a marca anunciou um terceiro farol inovador, especificamente para o tempo de neblina na Inglaterra. A terceira lâmpada estava situada na posição de entrada de ar, que anteriormente alimentava o Mini Cooper S supercharger.

A tecnologia de faróis de xenônio da também foi desenvolvida para a lâmpada montada no centro. Esta nova tecnologia, em tese, emitiria um feixe superaquecido que seca a neblina até 30 metros à frente do carro e melhora drasticamente a visibilidade. 

Direção por controle remoto 

Em 2003, com o Mini Remote Steering, a marca produziu o primeiro carro por controle remoto em tamanho comercial disponível no mundo. Baseado na comprovada tecnologia de corrida modelo “Tamiy-ah-hah”, o novo sistema permitia que os proprietários operassem remotamente seus carros até uma distância de 50 metros.

Transmissão de 8 velocidades (e duas marchas à ré)

Já em 2004, a Mini anunciou a primeira caixa de câmbio de 8 velocidades do mundo, com 2 marchas à ré. Isso porque uma pesquisa mostrou que os proprietários dos carros da empresa têm a pontuação mais alta de ‘FGF’ (Fun Going Forward – diversão em frente, em tradução livre) na estrada e, portanto, os engenheiros desenvolveram uma marcha à ré de 2 velocidades para aumentar a pontuação de ‘FGB’ (Fun Going Backward – diversão para trás, em tradução livre).

LEIA MAIS: Com visual exclusivo e motor 3.2, Ford Ranger Storm é lançada por R$ 150.990

ABBA, funerária e chinelo: relembre patrocínios bizarros da Fórmula 1

Mini Cooper anfíbio lançado em Nova Iorque – ao lado do rio Hudson 

Os clientes puderam ir corajosamente aonde nenhum motorista chegou antes. Em 2012, a marca anunciou o Mini Cooper Yachtsman projetado para conduzir as pessoas que consideram os 70% da superfície do planeta cobertos pela água. O carro seria uma combinação de desempenho dentro e fora da água. Equipado com um revestimento resistente a tubarões, o modelo deveria ser capaz de esculpir a água a velocidades de até 61 nós.

Na galeria, confira anúncios clássicos que marcaram época. As imagens são do fotógrafo Oswaldo Hernadez, que mantém uma coleção em seu blog Memória Oswaldo Hernandez com diversas relíquias de anúncios antigos.