Recall: Porsche convoca Panamera e Cayenne para reprogramação de software

NotíciasRecall 12 de dezembro de 2019 Da Redação, com assessoria 0

Um recall da Porsche, envolvendo os modelos Panamera e Cayenne, foi anunciado nesta semana. A convocação é referente aos modelos fabricados entre 2016 e 2019.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link.

Recall da Porsche: Panamera e Cayenne

No comunicado, a empresa informa ter verificado a possibilidade de o consumidor desligar o indicador de desgaste das pastilhas de freio que aparece no painel da tela do menu dos subníveis do painel de instrumentos quando estiverem ativos os modos “Mapa” e “Visão Noturna”.

LEIA MAIS: Recall da FCA convoca Dodge Durango e Jeep Grand Cherokee

Anitta e companhia: veja famosas e seus carrões

Nessas configurações, não é ativado nenhum aviso adicional de forma constante no painel de instrumentos. Se isso ocorrer, o consumidor pode prorrogar a troca das pastilhas de freio do veículo e utilizá-lo com as peças gastas, o que pode aumentar os riscos de acidentes e acarretar colisões com risco de lesão ou morte.

Veículos convocados

Abaixo, confira os modelos convocados:

  • Panamera – data de fabricação entre 13/4/2016 a 30/8/2019 – chassis WPOAA29, WPOAB29, WPOAE29, WPOAF29, WPOAH29, WPOBE29, WPOCA29, WPOCE29, WPOCF29, WPOCH29 e WPOZZZ9
  • Cayenne – data de fabricação entre 30/8/2017 a 2/8/2019 – chassis WP1AA29, WP1AB29 e WP1AF29

A Porsche informa que entrará em contato com os proprietários dos veículos envolvidos para agendar o reparo. Será feita a reprogramação do painel de instrumentos com software atualizado, para assegurar que a luz de aviso necessária seja ativada constantemente quando o limite de desgaste das pastilhas dos freios for atingido.

Os proprietários também poderão agendar o reparo junto a uma concessionária da marca. A empresa disponibiliza o e-mail: infobrasil@porsche.com.br.

Outros casos

Na galeria, veja outros modelos convocados em 2019.

Nenhum comentário até agora.

Seja o primeiro a comentar.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *