Recall do Chevrolet Tracker é feito após alerta do Latin NCap

Carros da Chevrolet
Chevrolet Tracker (Foto: Divulgação/Chevrolet)

Na primeira quinzena de abril, a General Motors convocou os proprietários do Chevrolet Tracker, modelos 2020 a 2022 – ou seja, todas as unidades produzidas em São Caetano do Sul (SP) até 5 de abril – para um recall.

Os donos do SUV devem comparecer à concessionária de sua preferência para instalar uma proteção no isolador acústico do carpete e pré-tensionadores próximos à região inferior da coluna B. O comunicado do chamamento alerta para risco de incêndio no acionamento do pré-tensionador em caso de colisão. O atendimento começa em maio. Veja detalhes.

Chevrolet recall
Chevrolet Tracker (Foto: Divulgação/Chevrolet)

Entenda o problema no Chevrolet Tracker

Esta foi a segunda vez que isso acontece, pois há exato um ano, os Tracker produzidos até o dia 8 de abril de 2021 foram convocados pela mesma razão. Havia risco de incêndio na região inferior da coluna B por fagulhas que poderiam ser geradas no acionamento dos pré-tensionadores e que, possivelmente, atingiriam o isolador acústico do carpete.

VEJA TAMBÉM

O atual recall foi feito após a GM ter sido alertada pelo Latin NCap, que fez um crash test com um Tracker produzido em São Caetano do Sul após o primeiro chamamento – o que significa que naquela ocasião a devida correção no equipamento não foi efetivada. 

Em nota aos consumidores, o Latin NCap afirma que “encontrou um risco de incêndio nos pretensores dos cintos de segurança da frente montados na base do pilar B em testes de laboratório do modelo Chevrolet Tracker em situações de colisão”. 

Veja o comparativo entre o Nissan Kicks e o Chevrolet Tracker
Chevrolet Tracker (Foto: Divulgação)

Segundo a instituição voltada à segurança automotiva, “o risco de incêndio ocorreu em situações de colisão em que os pretensores são ativados. Este mesmo evento tinha provocado um recall próprio da marca há mais de doze meses”. 

A unidade utilizada pelo Latin NCAP para seus testes, ressalta a nota, “tinha incorporadas as alterações relativas a este recall”. Em situação de impacto, foi observada “a dificuldade de soltar a fivela do cinto de segurança do passageiro dianteiro usando os mecanismos usuais”.

À agência Autodata, o Latin NCap informou que o processo de avaliação do Tracker foi suspenso até que o problema em questão seja resolvido.

carro usado
Ilustrativa (Foto: Pixabay)

Recall: atendimento deve começar a partir de 13 de maio

O início dos atendimentos na Rede Chevrolet está previsto para 13 de maio. Desta vez o conserto demorará mais tempo: no recall anterior, a montadora estimava em 90 minutos o tempo de reparo e, agora, o prazo subiu para 150 minutos.

Com informações da Autodata

O que você achou? Siga @sitegaragem360 no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Paulo Silveira
Paulo SilveiraJornalista com 20 anos de experiência profissional como repórter nas principais redações de jornais do Brasil, como Gazeta Mercantil, Folha SP, Estadão e Jornal do Brasil e em cargos de coordenação, edição e direção. Formado em Jornalismo pela Caśper Líbero.
ASSISTA AGORA
×

Mais veloz que esses carros? Apenas as notícias que traremos até você!

Cadastre-se na nossa newsletter e além de ficar por dentro de todos lançamentos, você também será o primeiro a ser notificado dos nossos testes e outras noticias incríveis por e-mail!
Veja mais ›
Fechar