Produção do Peugeot 2008 2024 abandonará o Brasil, SUV terá casa nova

A fabricante francesa Peugeot vai encerrar a produção nacional do Peugeot 2008 2024 na fábrica de Porto Real (RJ) até o dia 15 de novembro. As últimas 600 unidades nacionais do SUV chegam ao mercado até março.

Depois disso, somente a nova geração fabricada na Argentina.

Peugeot 2008 2024
Peugeot 2008 2024 será argentino, mas virá para o Brasil – Foto: Divulgação

Peugeot 2008 2024 produzido na Argentina

Recentemente, o jornal argentino Ámbito Financiero afirmou que fontes ligadas à Peugeot confirmaram a produção do novo 2008 a partir de janeiro. Reestilizado para a linha 2024, o modelo passará a ser produzido na fábrica da marca em El Palomar, na Argentina.

VEJA TAMBÉM

De acordo com informações da publicação argentina, a linha de montagem se prepara para produzir mais de 25 mil unidades já em 2024. Unidades essas que vão alimentar o mercado Latino, em especial o Brasil. 

A princípio, serão 50 unidades para janeiro com aumento progressivo da produção até maior, quando deve ultrapassar as 2 mil unidades. O plano da fábrica é chegar a produção média de 3 mil unidades do 2008 por mês. 

Além disso, o modelo vai se juntar ao 208, hatch  produzido no país vizinho e importado para o Brasil. 

Histórico 

A produção nacional da Peugeot começou em março de 1999 com o modelo 206, seguido do 207. A primeira geração do 208 também foi produzida na fábrica de Porto Real entre janeiro de 2013 e março de 2020. 

Com o encerramento da produção do 2008, a unidade produzirá somente os modelos da Citroën nos próximos anos. Atualmente, saem de lá os modelos C4 Cactus e C3, e nos próximos dias será adicionado o C3 Aircross. 

Para 2024, a marca pretende iniciar a produção de um SUV Coupé (C3 X ou FastLounge).

O Peugeot 2008 linha 2024

Em maio, a Peugeot anunciou as mudanças do 2008. A principal delas está no design, que agora está alinhado com os demais lançamentos da marca, como o 508. 

2008 painel
Painel 2008 – Foto: Divulgação

Mais arrojado, o visual se destaca pelos faróis e novo novo arranjo interno de luzes. Assim como o 208, os LEDs são triplos, conferindo mais agressividade ao conjunto. 

Ainda vem equipado com rodas de 16 a 18 polegadas remodeladas, assim como a carroceria pintada na cor Selenium Grey. 

Quanto à motorização, é possível esperar que o modelo argentino venha exclusivamente com motor a combustão 1.0 ou 1.3 turbo da Stellantis, possivelmente os mesmos do Fiat Argo/ Cronos/ Pulse e Jeep. Também pode vir o motor 1.0 turbo, presente no 208. 

É tudo uma incógnita, inclusive os preços. Ainda não sabemos muito, mas não deve ser muito além do que os consumidores brasileiros estão acostumados a pagar.

Robson QuirinoSou Robson Quirino. Formado em Comunicação Social pelo IESB-Brasília, atuo como Redator/ Jornalista desde 2009 e para o segmento automotivo desde 2019. Gosto de viagens rápidas, mas sonho em viajar em um cosmic car para o espaço sideral.
ASSISTA AGORA
Veja mais ›
Fechar