Prepare o bolso para IPVA 2022: descubra quanto deve subir!

Imposto sobre Propriedade de Veículos, o IPVA, ficará mais caro em 2022
Imagem Ilustrativa

O Imposto sobre Propriedade de Veículos, o IPVA, ficará mais caro em 2022. Isso porque para calcular o imposto a Secretaria da Fazenda usa como base os valores praticados pelo varejo. Dessa forma, se há um aumento geral no valor do veículo, seja ele 0km ou seminovo, haverá também um aumento no preço do tributo. Entenda.

 IPVA 2022 ficará mais caro
Com o aumento dos seminovos, o IPVA será mais caro em 2022 (Foto: Divulgação)

IPVA 2022 tende a ficar mais caro

O valor do IPVA de um modelo é cerca de 4% do preço do veículo com base na tabela Fipe. O percentual pode variar de acordo com o estado do modelo. Dessa forma, se há um aumento no preço do carro, há um aumento no preço do imposto.

Para exemplificar, o Hyundai HB20 Sense 2020 tinha preço de R$ 42.133 na época em que o IPVA 2021 foi calculado. Dessa forma, o valor do imposto ficou R$ 1.685,31.

Agora em agosto de 2021, segundo os valores da Fipe, o hach tinha preço de R$ 53.283. Com isso, estima-se que o valor do IPVA 2022 para o modelo será de R$ 2.131,31 – o que representa alta de 26,50%. A diferença chega a ser de R$ 446. As estimativas foram calculadas pelo Uol.

IPVA 2022 fica mais caro
Foto: Finances

Aproveite e veja também: Renault Sandero 2022 tem preços acessíveis com visual modernizado

A alta nos preços dos automóveis e o impacto no IPVA 2022

Falta de componentes

Em 2021, o setor automotivo tem como vilão na precificação dos veículos a falta de componentes automotivos que está gerando dor de cabeça para montadoras ao redor do mundo. Bem como a crescente alta do dólar e a desvalorização do real, que acarreta no aumento no preço de outras matérias primas, como o aço, por exemplo. Juntos, esses dois motivos fazem com que haja alta no preço dos veículos.

Maior procura por seminovos

Com a falta de componentes automotivos, por exemplo, a produção de modelos 0 km é diretamente impactada. Dessa forma, com um número reduzido de carros saindo das fábricas, os preços aumentam.

Com a alta ou o tempo maior para adquirir um 0km, alguns interessados em trocar ou comprar um veículo partem para o segmento de seminovos. Com isso, há um aumento na procura e, consequentemente, há as alterações de preço.

Dessa forma, não tem como escapar! Com os preços elevados, a taxa do IPVA também sobe. Isso acontece porque o ano base para o cálculo do imposto é sempre o anterior ao vigente. Ou seja, o IPVA 2022 será calculado com o preço base em que os veículos têm em 2021.

IPVA 2022 ficará mais caro
Seminovos tiveram alta de 24% (Foto: Pixabay)

Preço dos automóveis aumenta entre 19,9% e 24,4% 

Segundo dados da Tabela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), entre fevereiro de 2020 – último mês anterior à pandemia – e julho de 2021, houve um aumento de 19,9% entre os modelos 0 km. Já no segmento de seminovos, o percentual do aumento é maior, e chega a 24,4%.

Segundo a KBB Brasil, somente em agosto desse ano, o segmento de usados fabricados até 2018 subiu cerca de 0,92% em relação a julho de 2021. Os modelos fabricados até 2011 tiveram um aumento ainda maior, de 1,46%.

Ainda segundo a KBB, o segmento de 0km registrou alta mais amena no comparativo com os usados. Na média, os veículos novos aumentaram cerca de 0,23% no comparativo ente agosto e julho desse ano.

 

IPVA ficará mais caro
IPVA é 4% do valor do preço do veículo no ano anterior (Foto: Divulgação)

Nicole Santana
Nicole SantanaJornalista e especialista em comunicação empresarial, com bagagem de mais de três anos atuando ativamente no setor automotivo, e premiada em 2016 por melhor reportagem jornalística através do concurso da Auto Informe.
ASSISTA AGORA
Veja mais ›
Fechar