Preço da gasolina em maio é o mais alto desde 2019, diz levantamento

Greve de motoristas do Uber, e 99 entregadores do Ifood é marcada para terça (29)
(Foto: Portal f5)

Na primeira quinzena de maio, o preço da gasolina subiu 1% em comparação com abril, fechando em R$ 7,599. As informações constam em levantamento exclusivo feito pela ValeCard, empresa especializada em soluções de gestão de frotas. O valor médio da gasolina é o mais caro desde o início do levantamento, em janeiro de 2019.

Veja como está o cenário em todo o País!

Veja como os novos preços dos combustíveis pode atingir o consumidor brasileiro
(Foto: Sindicombustíveis)

Valor médio do preço da gasolina no Brasil foi de R$ 7,599 na primeira quinzena de maio

Obtidos por meio do registro das transações realizadas entre os dias 1º e 14 de maio com o cartão de abastecimento da ValeCard em mais de 25 mil estabelecimentos credenciados, os dados mostram que os estados brasileiros que registraram as maiores quedas foram Rio Grande do Norte (-1,14%), Pernambuco (-1,05%) e Tocantins (-0,21%).

VEJA TAMBÉM

Maiores altas do combustível: Bahia, Amapá e Ceará

Entre os estados que registraram as maiores altas estão Bahia (5,41%), Amapá (2,57%) e Ceará (2,53%).

ValeCard

Porto Alegre, Macapá e Cuiabá têm os menores preços entre as capitais

Entre as capitais, o valor médio do combustível foi de R$ 7,57, o que representa um aumento de 1% em relação ao mês anterior. Teresina (R$ 8,239), Rio de Janeiro (R$ 7,838) e Aracajú (R$ 7,836) foram as capitais com preços mais altos na primeira quinzena de maio.

Já os menores valores médios foram encontrados em Porto Alegre (R$ 6,848), Macapá (R$ 6,999) e Cuiabá (R$ 7,006).

ValeCard

Etanol é mais vantajoso apenas em Goiás, pelo segundo mês consecutivo

O preço médio do etanol na primeira quinzena de maio foi de R$ 5,37. O aumento da gasolina no país não foi suficiente para melhorar a situação do biocombustível, já que ele também sofreu uma alta de 2,77% em relação ao mês anterior.

Por isso, o etanol passou a ser mais vantajoso apenas no Estado de Goiás, pelo segundo mês seguido, onde a média mensal ficou em R$ 5,31, enquanto a gasolina atingiu R$ 7,66. A gasolina ainda segue sendo mais atrativa para se abastecer o veículo do que o álcool na maior parte dos casos.

O método utilizado nesta análise, descontando fatores como autonomias individuais de cada veículo, é de que, para compensar completar o tanque com etanol, o valor do litro deve ser inferior a 70% do preço da gasolina.

Alta dos combustíveis: região sudeste registrou a maior alta do etanol em abril
(Foto: Freepik)

O que você achou? Siga @sitegaragem360 no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Erica Franco
Erica FrancoJornalista por formação com mais de 15 anos de experiência em redação geral e automobilística. Passagens pelo caderno "Máquina e Moto" do Jornal Agora São Paulo, Folha online, Jovem Pan, Uol, Mil Milhas, Revista Consumidor Moderno, Portal No Varejo, entre outros. Atualmente dedica-se a função de editora do portal Garagem360, apurando notícias do universo automotivo e garantindo o padrão de qualidade dos conteúdos veiculados.
ASSISTA AGORA
×

Mais veloz que esses carros? Apenas as notícias que traremos até você!

Cadastre-se na nossa newsletter e além de ficar por dentro de todos lançamentos, você também será o primeiro a ser notificado dos nossos testes e outras noticias incríveis por e-mail!
Veja mais ›
Fechar