Opinião: Hamilton garante outro domínio da Mercedes no GP da Espanha

Notícias 13 de maio de 2019 Leo Alves 0

A Mercedes sobrou no GP da Espanha realizado no último domingo (12). Após uma pole maiúscula de Valtteri Bottas no sábado, os carros prateados dominaram toda a corrida, que foi vencida por Lewis Hamilton. Bottas precisou se contentar com a segunda posição na prova, enquanto Max Verstappen levou sua Red Bull-Honda para um novo pódio, cruzando a linha de chegada em terceiro.

GP da Espanha: como foi

Hamilton garantiu sua vitória logo na largada. Partindo do segundo lugar, se aproveitou da longa reta da pista catalã para roubar a ponta de seu companheiro já na primeira curva. Bottas se viu espremido entre Lewis e Vettel, que tentava assumir a segunda colocação com sua Ferrari. Mesmo assim, o finlandês conseguiu se manter na vice-liderança da corrida, enquanto o alemão do carro italiano foi para fora da pista e acabou sendo ultrapassado por Verstappen, caindo para quarto após uma bela manobra do holandês.

LEIA MAIS: Beyoncé, Lady Gaga e outras: veja famosas e seus carrões

Descubra como escolher o carro ideal para a família

Disposto a vencer, Hamilton começou a abrir uma boa vantagem logo no começo da corrida. Bottas até tinha um bom ritmo, mas seu parceiro pentacampeão do mundo estava inspirado. Enquanto a dupla prateada disparava, a Ferrari batia cabeça com seus dois pilotos. Charles Leclerc era o quinto, mas estava mais rápido que Vettel, o quarto. Os dois ficaram diversas voltas lutando pela posição, mas a ordem de inversão das posições só veio na volta 12.

Ritmo morno

A corrida seguiu sem grandes acontecimentos até a volta 44, quando Lance Stroll, da Racing Point, acertou a McLaren de Lando Norris. Ambos abandonaram a prova, mas forçaram a entrada do Safety Car. O carro de segurança liberou a pista na volta 53, e até houve uma certa expectativa sobre uma possível disputa entre os ponteiros. Porém, nem isso foi capaz de parar Hamilton que venceu pela terceira vez na temporada, fez a melhor volta da corrida e retomou a liderança do campeonato.

Essa foi a quinta dobradinha consecutiva da Mercedes, em um domínio jamais visto na história da categoria. Nem a Williams de 1992, a Ferrari de Schumacher e a Red Bull de Vettel conseguiriam garantir tantas vezes assim os dois primeiros lugares das provas.

Já a Ferrari, que foi a grande força da pré-temporada na pista de Barcelona, parece abatida e perdida. Vettel ainda não mostrou a que veio nesta temporada, estando completamente apagado neste começo de ano. Leclerc parece estar em uma melhor fase, embora cometa alguns erros bobos, como a batida em Baku que lhe tirou da briga pela pole. Porém, a própria equipe parece estar em uma situação confusa, demorando para tomar algumas decisões na pista.

Classificação

Abaixo, confira a classificação final do GP da Espanha 2019.

Foto: Reprodução/F1.com