Opinão: vitória de Hamilton no GP do México mostra que título estará em boas mãos

Notícias 28 de outubro de 2019 Leo Alves 0

Falta menos de uma semana para o mundo do esporte conhecer o novo hexacampeão mundial de Fórmula 1. A vitória de Lewis Hamilton no GP do México não foi suficiente para fechar a conta do campeonato, mas deixou o inglês muito perto do próximo título. Apenas uma tragédia pode impedir a sexta conquista do piloto, que precisa de apenas quatro pontos, dos 78 que ainda estão em disputa.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link.

Hamilton no GP do México: paciência e constância

Além de velocidade, almejar um título mundial exige que o competidor seja constante e saiba fazer uma boa leitura da corrida. Hamilton já provou que tem todas essas qualidades. Recordista de poles, ele sabe como poucos encaixar uma volta rápida em qualificação. Na corrida, o inglês também sabe quando é a hora de acelerar e quando é necessário se preservar.

Isso pôde ser visto na largada do GP do México: Leclerc largou bem e manteve a ponta. Vettel deu uma fechada em Lewis para se manter em segundo. Como precisou aliviar o acelerador para não sair da pista, o líder do campeonato perdeu um pouco de velocidade e permitiu o ataque de Verstappen. Dessa forma, ambos dividiram a primeira chicane, chegaram a se tocar e foram para a grama. Hamilton caiu para quinto, mas soube controlar o carro e se manteve na pista.

O holandês da Red Bull, por sua vez, acabaria se enroscando com a outra Mercedes. Na quinta volta, Max fez uma bonita ultrapassagem em Bottas pelo sétimo lugar. Acontece que um pneu traseiro furou na disputa, o que jogou Verstappen para o fim do grid. Ele ainda conseguiu terminar em sexto, fazendo uma boa prova de recuperação.

Nó tático

Mais uma vez a Ferrari não conseguiu converter uma pole em vitória. O time italiano até se manteve na liderança durante a primeira metade da prova. Entretanto, novamente a Mercedes fez uma estratégia melhor. Quando Hamilton parou na volta 23, não parecia que os pneus duros aguentariam até a volta 71. Sendo assim, o time vermelho optou por deixar Vettel por mais tempo na pista, já que ele também faria apenas uma parada. Leclerc, então líder, já havia feito seu pit stop na volta 15, já que iria para duas paradas.

LEIA MAIS: Antes e depois: veja a evolução dos carros do Brasil em 10 anos

Veja anúncios antigos de carros que marcaram época

O que ninguém esperava era que a Pirelli preparou compostos intermináveis. Para ter uma ideia, Daniel Ricciardo conseguiu rodar 50 voltas com os pneus duros. Sendo assim, bastou Hamilton administrar as borrachas para alcançar a 10ª vitória na temporada, a 83ª na carreira. No pódio, a organização preparou uma entrada diferente para o vencedor, que subiu ao local em cima do carro, em uma das cenas que entrará para a história.

Foto: Divulgação
Hamilton subiu ao pódio juntamente com seu carro

Matemática para o título

Para Valtteri Bottas ser campeão é preciso três vitórias com o ponto extra da volta mais rápida, além de torcer para Hamilton só marcar três pontos nas três últimas corridas. Mesmo que o finlandês vença nos Estados Unidos e some o tento bônus, Lewis precisa de um oitavo lugar para levar mais uma coroa para casa. Sendo assim, a tendência é que daqui uma semana a Fórmula 1 tenha o seu segundo hexacampeão da história. Apenas Michael Schumacher, em 2003, conseguiu alcançar a marca de seis títulos na categoria.

Classificação GP do México

A seguir, veja como ficou a classificação da corrida mexicana.

POS NO DRIVER CAR LAPS TIME/RETIRED PTS
1 44 Lewis Hamilton MERCEDES 71 1:36:48.904 25
2 5 Sebastian Vettel FERRARI 71 +1.766s 18
3 77 Valtteri Bottas MERCEDES 71 +3.553s 15
4 16 Charles Leclerc FERRARI 71 +6.368s 13*
5 23 Alexander Albon RED BULL RACING HONDA 71 +21.399s 10
6 33 Max Verstappen RED BULL RACING HONDA 71 +68.807s 8
7 11 Sergio Perez RACING POINT BWT MERCEDES 71 +73.819s 6
8 3 Daniel Ricciardo RENAULT 71 +74.924s 4
9 10 Pierre Gasly SCUDERIA TORO ROSSO HONDA 70 +1 lap 2
10 27 Nico Hulkenberg RENAULT 70 +1 lap 1
11 26 Daniil Kvyat SCUDERIA TORO ROSSO HONDA 70 +1 lap 0
12 18 Lance Stroll RACING POINT BWT MERCEDES 70 +1 lap 0
13 55 Carlos Sainz MCLAREN RENAULT 70 +1 lap 0
14 99 Antonio Giovinazzi ALFA ROMEO RACING FERRARI 70 +1 lap 0
15 20 Kevin Magnussen HAAS FERRARI 69 +2 laps 0
16 63 George Russell WILLIAMS MERCEDES 69 +2 laps 0
17 8 Romain Grosjean HAAS FERRARI 69 +2 laps 0
18 88 Robert Kubica WILLIAMS MERCEDES 69 +2 laps 0
NC 7 Kimi Räikkönen ALFA ROMEO RACING FERRARI 58 DNF 0
NC 4 Lando Norris MCLAREN RENAULT 48 DNF 0

*OBS: Charles Leclerc obteve o ponto extra por ter feito a volta mais rápida da corrida

Nenhum comentário até agora.

Seja o primeiro a comentar.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *