Tags

Serviços

Onix, HB20 e Corolla: quanto desvalorizaram as novas gerações no primeiro ano?

Créditos: Photo on Visual Hunt
30 outubro, 2020
Sérgio Vinícius

Há exatos 12 meses, o mercado automotivo brasileiro estava agitado. Praticamente na mesma época, três dos principais modelos à venda no Brasil passavam por profundas renovações para as suas linhas 2020, sendo duas trocas de geração, no caso do Chevrolet Onix e do Toyota Corolla, e uma reestilização polêmica, no caso do Hyundai HB20.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link.

Um ano depois, a Kelley Blue Book Brasil (KBB), empresa especializada em pesquisa de preços novos e usados, investigou o desempenho de mercado destes modelos depois de suas atualizações, no que diz respeito à desvalorização média por modelo e das versões que mais e menos oscilaram no período.

Com o intuito de fornecer um panorama mais abrangente para esta análise, a KBB Brasil comparou os preços 0 km praticados por cada versão destes modelos em outubro de 2019 com os respectivos Preço de Revendedor KBB e Preço de Troca KBB em outubro de 2020.

LEIA MAIS: Testamos: nova Fiat Strada é quase um carro com caçamba

Nissan lança novo Versa no Brasil; preços começam em R$ 72.990

O Preço de Revendedor KBB se refere ao preço que os lojistas estão praticando ao revender estes modelos no mercado de usados, portanto, trata-se de uma referência mais suscetível às movimentações do mercado de carros 0 km, uma vez que reflete o chamado “efeito elástico” de preço de carros seminovos quando são afetados pela oscilação dos modelos 0 km.

Este fenômeno explica, por exemplo, a estagnação dos preços médios do Onix nestes 12 meses (e a particular valorização de 1,9% da versão LT 1.0 turbo manual), já que os aumentos de preços 0 km do Onix acabaram influenciando os preços de Onix 2020 seminovos. Contudo, no caso do HB20 e do Corolla, como o quadro abaixo demonstra, o comportamento da desvalorização foi mais independente da tabela dos 0 km.

Já a desvalorização com base no Preço de Troca KBB informa qual é o preço que os lojistas estão pagando por estes veículos quando um proprietário particular decide vende-los para uma loja (ou seja, é a transação conhecida como C2B, ou, “consumer to business”). Com base nesta referência de preço, podemos observar o quanto estes modelos provocaram de perda para os consumidores na hora de revende-los para um lojista um ano após a compra. Mais uma vez, o destaque fica por conta do Chevrolet Onix, cuja desvalorização média foi de -12,8%, enquanto Toyota Corolla e Hyundai HB20 desvalorizaram -22,3% e -24,6%, respectivamente.

Newsletter

Receba com exclusividade nossos conteúdos e o e-book com dicas para cuidar melhor de seu veículo.