Nissan Kicks Sense CVT 2022: preços e equipamentos da versão automática mais em conta do SUV

Nem sempre uma versão mais em conta de um carro é ruim. Esse é o caso do Nissan Kicks Sense CVT 2022. Sua versão com o câmbio manual vem com mais vantagens do que desvantagens.  Contudo, se você busca mais conforto para o pé esquerdo, vale a pena investir um pouco mais de R$ 8 mil reais para ficar com a opção que traz câmbio CVT.

Além do visual renovado, o japonês já traz de série um pacote de equipamentos bastante completo e um porta-malas muito bom para viagens.

Nissan Kicks Sense CVT 2022

Em março deste ano, o SUV compacto da Nissan passou por uma boa mudança no visual. Mesmo assim, manteve seu visual jovial e arrojado, Ganhou uma nova grade frontal, faróis em Full LED, novas lanternas (de LED) traseiras e para choque traseiro.

Porém, uma das boas qualidades que foram mantidas foi o seu espaço no bagageiro. Com espaço para 432 litros, ele é um dos maiores em toda a categoria.

Foto: Divulgação/Nissan Brasil

Do mesmo modo, seu conjunto mecânico também não foi afetado. O propulsor 1.6 L 16v CVVTVS Flex de quatro cilindros é o mesmo usado na versão anterior. Ele pode gerar uma potência máxima de 114 cv (gasolina e etanol) a 5.600 rpm e torque 15,5 kgfm a 4.000 rpm.

Custando R$98,390, o Nissan Kicks Sense CVT não está entre os SUV mais em conta do mercado, ainda assim é um dos poucos aventureiros que oferecem um bom conteúdo por menos de R$ 100 mil. Sem falar no bom acabamento interno. Já o câmbio utilizado por ele é o CVT XTRONIC com modo Sport.

Foto: Divulgação/Nissan Brasil

De acordo com a marca,  o veículo pode atingir a velocidade máxima é de 175 km/h com essa transmissão, além de acelerar de 0 a 100 km/h em 11,8 segundos.

Preço e equipamentos de série

Ao contrário da versão Sense MT, o carro traz alguns itens de série exclusivos. Este é o caso da câmera de ré, do controle de velocidade de cruzeiro no volante, luzes de condução diurna, rodas de liga leve de 16″ e sensor do estacionamento traseiro.

Foto: Divulgação/Nissan Brasil

No mais, ele vem com um a lista bastante interessante de itens de série. Destaque para: seis airbags, ar-condicionado, acendimento inteligente dos faróis, banco do motorista com ajuste de altura, bancos dianteiros com tecnologia Gravidade Zero, central multimídia de sete polegadas (com Android Play e Apple CarPlay), Bluetooth, 4 alto-falantes, controle de tração e estabilidade, direção elétrica, freios ABS com EBD. lanternas traseiras em LED, luz de freio em LED, limpador de para-brisa dianteiro (e traseiro) com controle intermitente variável, luz de freio em LED, sistema inteligente de partida em rampa, vidros (com sistema one-touch) e travas elétricas, volante com regulagem de altura e volante multifuncional (controle audio e telefone).

Consumo

Por fim, outro ponto positivo é o seu consumo. Segundo dados do Inmetro, ele  faz 11,4 km/l (gasolina e 7,7 km/l (etanol) na cidade. Já no perímetro rodoviário, ele roda 13,7 km/l (gasolina) e 9,4 km/l (etanol).