Combate à Covid-19: montadoras anunciam paralisação e medidas de prevenção

Notícias 20 de março de 2020 Da Redação 0

As montadoras Mercedes-Benz e Volkswagen acabam de anunciar medidas de prevenção para combater a proliferação da Covid-19.Paralisação e férias coletivas são algumas das medidas tomadas para preservar a saúde da população.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link.

Combate à Covid-19

Volkswagen

A Volkswagen anunciou a suspensão de atividades de todas as suas unidades no País a partir do dia 23 de março por três semanas.

Até o dia 30 de março, os empregados da área administrativa continuam em trabalho remoto e os empregados da linha de produção em folgas administradas por banco de horas.

A partir de 31 deste mês, os empregados estarão em férias coletivas por duas semanas. Ambas as medidas são parte das ferramentas de flexibilização previstas em acordo coletivo de trabalho.

LEIA MAIS: Porsche suspende produção devido ao coronavírus
Como limpar o interior do carro e evitar a propagação de vírus

Mercedes-Benz

Já a Mercedes-Benz adotará medidas negociadas com sindicatos em todas as suas unidades no Brasil. Dentre as medidas tomada estão folgas debitadas em banco de horas nos dias 25, 26 e 27 de março, além de 20 de abril e férias coletivas durante 20 dias, de 30 de março a 19 de abril.

De acordo com a empresa, o previsto de retorno das atividades é para ocorrer em 22 de abril, dependendo da situação do país

Além disso, desde o 18/3 e até o dia 24/3, a empresa fará uma campanha de vacinação contra a gripe. A medida não tem relação direta com o coronavírus, mas ajuda a tranquilizar os colaboradores em casos de sintomas gripais.

ANFAVEA

A ANFAVEA (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), também informa que, em função do agravamento da crise gerada pela Covid-19, todas as empresas do grupo estão analisando e se preparando para tomar ações de paralisação das suas fábricas no Brasil e discutindo caso a caso com seus respectivos sindicatos.

Nenhum comentário até agora.

Seja o primeiro a comentar.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *