Mercedes-Benz e BMW fecham parceria para carros autônomos

Notícias 10 de julho de 2019 Da Redação, com assessoria 0

Os grupos BMW e Daimler AG, proprietário da Mercedes-Benz, assinaram na última semana um acordo de longo prazo para o desenvolvimento de novas tecnologias de condução autônoma e sistemas de assistência ao motorista. A parceria vai ajudar a desenvolver o futuro da mobilidade e representa uma cooperação estratégica cujo objetivo é disponibilizar no mercado essas tecnologias nos veículos em série a partir de 2024.

Além disso, a parceria poderá futuramente se estender para a implantação de tecnologias autônomas em áreas urbanas e centros das cidades, agregando ainda outros fabricantes de equipamentos.

Desenvolvimento dos carros autônomos

As duas empresas implementarão as tecnologias em seus respectivos veículos de série de forma independente. No total, a cooperação envolve mais de 1.200 especialistas em desenvolvimento, que atuarão muitas vezes em equipes mistas. As equipes estarão baseadas em diferentes localidades na Alemanha, incluindo o campus de Direção Autônoma do BMW Group na cidade de Unterschleissheim, próximo a Munique; o Centro de Tecnologia da Mercedes-Benz (MTC, na sigla em inglês), na cidade de Sindelfingen, próximo a Stuttgart; e o Centro de Testes e Tecnologia da Daimler na cidade de Immendingen, na região de Friburgo, ao sul do país.

LEIA MAIS: Ka, Up e família Logan: conheça os carros 2020 que já rodam no Brasil

Conheça as diferenças dos pneus run flat

Os dois grupos seguirão realizando parcerias com outras empresas de tecnologias e fabricantes de automóveis que podem contribuir para o sucesso da plataforma. Os esforços se concentrarão no desenvolvimento de uma arquitetura escalável para sistemas de assistência ao motorista, incluindo sensores, bem como um centro de dados conjunto para armazenamento, administração e processamento de dados e o desenvolvimento de funções e software.

Segurança

Junto com as empresas Aptiv, Audi, Baidu, Continental, Fiat Chrysler, HERE, Infineon, Intel e Volkswagen, o BMW Group e a Daimler publicaram o documento intitulado “Safety First for Automated Driving” (Segurança em primeiro lugar para condução automatizada). Além de cobrir todos os métodos de segurança relevantes para a condução autônoma SAE nível 3/4, o documento introduz um sistema de rastreabilidade, que se estende desde o objetivo principal – ser mais seguro que a média dos motoristas – até os objetivos individuais de segurança dos vários componentes. O artigo foi publicado em 2 de julho de 2019.

O BMW Group vem trabalhando com direção autônoma desde 2006 e, atualmente, tem mais de 70 veículos sendo testados com essa tecnologia ao redor do mundo. Em 2021, algumas delas estarão presentes no BMW iNEXT, que será habilitado no nível 4 de condução autônoma para projetos piloto.

Modelos testados

E por falar em carros autônomos, confira na galeria quais são os principais modelos testados pelo mundo.