Tags

Notícias

Manutenção: o melhor caminho para vender seu usado

Créditos: Foto: Photos By Clark via Visual hunt / CC BY-NC
24 maio, 2017
Da Redação, com assessoria

Por Diego Fischer*

Vender um veículo usado no Brasil é uma tarefa árdua. A disparidade entre o valor real do carro (utilizado por concessionárias e lojas) e os preços tabelados pela FIPE – que, hoje em dia, é usada como parâmetro para transações entre particulares e para seguro -, preocupa as pessoas que querem vender seus veículos. Portanto, é importante ser um dono cuidadoso, se preocupar sempre com o bom estado do carro e ficar em dia com a manutenção para não tomar susto com as ofertas. Confira abaixo os principais aspectos a serem observados com frequência:

LEIA MAIS: Fiat Toro ganha versão 2018; veja outros modelos que também já estão no ano que vem
BMW reúne clássicos em corrida de carros históricos na Itália; veja fotos

1. Histórico
Qualquer que tenha sido o ajuste, conserto ou troca de peça em seu veículo, guarde todos os comprovantes emitidos pela oficina ou loja onde o serviço foi prestado, de preferência em uma que seja bem avaliada e de confiança. Isso ajuda a mostrar que o carro foi reparado de qualquer dano ou problema de forma eficiente, com atestado de um profissional – o que faz toda a diferença para quem vai adquiri-lo.

2. Visual
Cuidar dos visuais externo e interno do veículo é essencial para destacá-lo na massa de carros à venda pela internet, em concessionárias ou direto com os interessados. Itens como pintura, estofamento e estado das calotas, por exemplo, merecem atenção.

3. Ruídos
Barulhos incomodam, mesmo os que não representam problemas estruturais e são quase imperceptíveis. Se for constante, um ruído estraga a experiência de quem vai dirigir o carro, além de causar a suspeita de que há um dano mais sério. Com ajuda especializada, resolver torna-se mais fácil do que parece e rende muitos pontos para uma melhor avaliação do veículo perante o comprador.

4. Acessórios e mudanças
Manter peças e acessórios originais do fabricante é o mais indicado para quem deseja que o valor de revenda do carro não seja alterado para menos. Entretanto, nem sempre isso é possível – já que os veículos sofrem um desgaste natural pelo tempo e pelo uso. O ideal é dar preferência aos itens de troca do mesmo fabricante.

5. Limpeza
Mais do que atingir um bom resultado visual, a limpeza do veículo é importante para o bom funcionamento e uso do automóvel. Na parte externa, deixar o carro limpo, polido (e, de preferência, longe da luz intensa do sol) ajuda a manter quase intacta a cor original da lataria. Internamente, a higienização de bancos, o polimento de vidros e limpeza das rodas e do motor também oferecem a melhor visualização das condições reais do carro.

*Diego Fischer é CEO da InstaCarro, startup que viabiliza negócios rápidos, seguros e com os melhores preços de lojas e concessionárias para quem quer vender o carro. O veículo é ofertado para mais de 1,5 mil lojas e concessionárias do Brasil em até uma hora, e o vendedor recebe múltiplas ofertas, escuta a maior e, se aceitar, é pago na hora – sem se preocupar com laudo de transferência.

Newsletter

Receba com exclusividade nossos conteúdos e o e-book com dicas para cuidar melhor de seu veículo.