As leis de trânsito variam conforme as cidades e os países. Alguns locais contam com regras que chegam a ser bizarras para quem está acostumado com os padrões do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O Doutor Multas, parceiro do Garagem 360, separou algumas das leis de trânsito mais estranhas do mundo.

LEIA MAIS: Artigo: segurança veicular em todos os continentes
Dicas para dirigir em outros países

No Brasil é comum o hábito de transportar animais em veículos. Porém, no Alasca, nos Estados Unidos, as pessoas têm uma maneira diferente de carregar seus cãezinhos. A legislação do estado indica que é proibido carregar cachorros presos ao teto dos veículos. Já na Flórida, também nos EUA, andar de elefante pelas ruas é permitido. Porém, para estacioná-los (sim, estacionar um elefante!) é preciso pagar o estacionamento.

Na Tailândia, mesmo que o calor seja insuportável, não é permitido dirigir sem camisa, camiseta ou qualquer outro tipo de blusa. E se você for dirigir na Rússia, é bom saber que é proibido conduzir veículos sujos.

A próxima lei pode até não parecer tão estranha para os brasileiros, que estão acostumados com o rodízio. Mas para pessoas de outros países, não poder dirigir um carro em determinado dia de semana é algo bastante incomum. Nas Filipinas, por exemplo, veículos com placas que terminam com os números 1 ou 2 não podem circular às segundas-feiras.

No Japão, passar em poças d’água e molhar os pedestres com o carro rende multa ao condutor. Bem que o código de trânsito do Brasil poderia incluir essa determinação em uma nova atualização do CTB.