Honda City EXL ou Nissan Versa Exclusive: qual sedã japonês vale mais a compra?

Apesar de viverem momentos diferentes, Nissan Versa Exclusive e Honda City EXL possuem atributos para que busca um carro desta categoria. Divulgação/Honda Automoveis Brasil)

Desde a reabertura das importações, em 1992, as marcas japonesas sempre se destacaram por aqui por conta da confiabilidade e preços – mais ou menos – justos. Sem falar que muitos deles (principalmente os sedãs) possuem um bom espaço interno e acabamento de primeira. E este é o caso de Honda City e Nissan Versa. Apesar de viverem momentos diferentes, os dois possuem atributos para que busca um carro desta categoria.

E aqui temos um confronto entre suas respectivas versões top de linha. Custando a partir de R$ 105.490, o Versa Exclusive acabou de passar por uma remodelação. Enquanto isso, o City EXL está custando R$ 101.200 e já está no mercado há um certo tempo.

Honda City EXL ou Nissan Versa Exclusive: qual sedã japonês vale mais a compra

Uma das categorias mais “prejudicadas” pelo crescimento da procura por SUVs foram os sedãs, principalmente os compactos. O preço também. Porém, eles seguem vivos e cada vez mais evoluídos. Claro, e com a missão de oferecer a praticidade de serem carros “baratos” e confortáveis. E a briga no segmento segue quente.

Nissan Versa Advance 2022 (Foto: Divulgação/ Nissan Brasil)

Lançado aqui no Brasil em 2011, o Nissan Versa teve que mudar radicalmente para concorrer de igual para a igual com a nossa safra de sedãs. O carro ficou maior que sua versão anterior e com um design muito parecido com o novo Sentra. Ele leva algumas vantagens sobre o City, pensando nas dimensões:

  • Comprimento : 4.495 mm (contra 4.455 mm)
  • Largura: 1.740 mm (contra 1.695 mm)
Honda City EXL 2021 (Foto: Divulgação/Honda Automoveis Brasil)
Nissan Versa Advance 2022 (Foto: Divulgação/ Nissan Brasil)

O carro da Nissan também possui um entre-eixos maior, porém a diferença é bastante pouca (2.620 mm contra 2.600 mm do Honda). Ou seja, os dois possuem um bom espaço interno.

Enquanto isso, o Honda City é o irmão mais novo do Civic e ainda está esperando uma nova geração. Apesar de ter um visual mais discreto que o Versa, ele ainda possui algumas vantagens. Seu porta-malas, por exemplo, é o maior do comparativo (536 litros contra 482 litros). Além de ser 10 mm mais alto. (1.485 mm contra 1.475 mm).

Motorização

O Honda Civic EXL usa o motor 1.5 16v SOHC i-VTEC com tecnologia FlexOne. Ele é capaz de gerar uma potência de 116 cv a 6.000 giros. O torque máximo é de 15,3 kgfm a 4.800 rpm. Com ele, o veículo pode atingir a velocidade máxima de 175 km/h e acelerar de 0 a 100 km/h em 11,5 segundos.

Enquanto isso, o Nissan Versa Exclusive traz sob o capô o propulsor 1.6 16v CVVTCS L Flex. Ele pode atingir a potência máxima de 114 cv a 5.600 giros. O torque é de 15,5 kgfm a 4.000 rpm. Já com a transmissão Xtronic, o Versa pode atingir a velocidade máxima de 180 km/h e acelerar de 0 a 100 km/h em 10,7 segundos.

Consumo

Aqui temos dois sedãs são bastante econômicos. Porém, o carro da Honda leva a vantagem de possuir o sistema FlexOne. De acordo com dados do Inmetro, ele pode fazer na cidade 12,3 km/l (gasolina) e 8,5 km/l (etanol). Já no perímetro rodoviário, o carro pode rodar 14,5 km/l (gasolina) e 10,3 km/l (etanol).
Enquanto isso, o Nissan Versa pode fazer: 11, 7 km/l (gasolina) e 8 (etanol) no perímetro urbano; 13,9 km/l (gasolina) e 10 km/l (etanol) no rodoviário.

Equipamentos de série

Por serem as versões mais completas, o Honda Civic EXL e o Nissan Versa Exclusive oferecem um pacote de equipamentos de série muito bom. E isso podem ser um trufo dos dois contra alguns SUVs compactos que estão na mesma faixa de preço.

Com a nova geração, Nissan Versa Exclusive também foi contemplado com alguns itens bastante interessantes. Em geral, o carro oferece Welcome function, volantes com revestimento premium, faróis dianteiros em LED, rodas de liga leve de 17″,câmera de ré, sistema eletrônico de ignição (Push Start), follow me home, banco traseiro bipartido, retrovisores externos com indicadores de direção, faróis de neblina. alerta de colisão frontal com assistente inteligente de frenagem, detector de objetos em movimento, 4 airbags, ar-condicionado, controle de estabilidade e tração (VDC), freios ABS com EBD e BA, sensor de estacionamento, sistema inteligente da partida em rampa, pneus 195/65 R15, computador de bordo, chave inteligente i-Key, direção elétrica progressiva, retrovisores com regulagem elétrica, vidros e travas elétricas e  volante com regulagem de altura e profundidade, alerta de trafego cruzado, monitoramento de ponto cego e espelho retrovisor com aquecimento e câmera.

Nissan Versa Advance 2022 (Foto: Divulgação/ Nissan Brasil)
Honda City EXL 2021 (Foto: Divulgação/Honda Automoveis Brasil)

Enquanto isso, o Honda City EXL conta com ar-condicionado digital, central multimídia de sete polegadas (com Android Play e Apple Carplay), banco do motorista com regulagem de altura, câmera de ré, bancos de couro, controle central com porta-copos,  quatro alto-falantes, volante multifuncional, Bluetooth, piloto automático, computador de bordo e retrovisor com rebatimento elétrico, vidros elétricos com função AUTO, retrovisor interno fotocrômico, faróis Full LED, luzes de condução diurna, faróis de neblina, seis airbags, alarme, sensor crepuscular, luzes de rodagem diurna, e farol de neblina

Conclusão

Assim sendo, os dois sedãs japoneses possuem bastante atributos. Mesmo com um projeto mais velho que o Versa, o Honda City EXL leva a vantagem nos detalhes. Ele é mais econômico, tem um espaço interno maior e leva mais coisas no bagageiro.

Pedro GiordanJornalista graduado pela Universidade Metodista de São Paulo em 2017. Redator do Garagem360 desde abril de 2021. Anteriormente, trabalhou em redação jornalística, assessoria de imprensa, blog sobre futebol e site especializado em esportes.
Veja mais ›
Fechar