Fabricante do “Omega australiano”, Holden será fechada até 2021

Notícias 18 de fevereiro de 2020 Leo Alves 0

A General Motors anunciou na última segunda-feira que irá encerrar as operações de vendas, projetos e engenharia da Holden até 2021. A GM também deixará de atuar na Tailândia, onde utiliza a marca Chevrolet. A chinesa Great Wall assumirá a operação tailandesa até o fim deste ano.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link

Fim da Holden

Fundada em 1856, a Holden foi comprada pela GM em 1931. Desde então, atua como o braço australiano do grupo. A marca chegou a ter um representante no Brasil, já que o Omega vendido no mercado nacional entre 1998 e 2012 era importado da Austrália, onde era vendido como Holden Commodore.

Apesar do encerramento da marca australiana, a General Motors garante que manterá os serviços de pós-venda e a assistência a recalls no país.

LEIA MAIS: Que dó: Veja carros abandonados pelos donos

Veja quais carros foram chamados para recall no Brasil em 2020

Com o fim da Holden e a saída da Tailândia, a GM segue seu plano de abandonar mercados menos lucrativos. Nos últimos anos, ela deixou de atuar na África do Sul, Indonésia, Índia e Vietnã. Em 2017, o grupo americano vendeu a Opel e a Vauxhall para a PSA (Peugeot-Citröen).

Por falar em despedidas, confira na galeria alguns carros que saíram de linha recentemente no Brasil.

 

 

Nenhum comentário até agora.

Seja o primeiro a comentar.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *