Tags

Serviços

Higienização interna do veículo evita problemas alérgicos

Créditos: Foto: Divulgação

Lavar a lataria, polir a pintura, calibrar os pneus… esses são apenas alguns dos cuidados que os veículos necessitam. Um outro muito importante, e que muitas vezes é deixado de lado, é a higienização do interior. Além de valorizar ainda mais o carro, manter a cabine livre de sujeiras ajuda a evitar crises alérgicas. O que acontece é que, com o tempo – e, claro, a falta de limpeza -, diversos agentes causadores de alergia encontram nos automóveis condições favoráveis para se instalar e passam a se proliferar enquanto rodam de carona. Os assentos e os carpetes, por exemplo, podem transportar pelos de cães e gatos, ácaros e fungos, entre outras substâncias nocivas ao sistema respiratório

Foto: Pixabay
|Foto: Pixabay
Umidade provocada pelo ar condicionado pode atrair fungos para o interior do veículo

Para os asmáticos o problema é ainda mais sério, principalmente quando existe no veículo partículas de cinza de cigarro, que irritam as vias respiratórias. O ideal, então, é ter mais atenção com a parte interna do modelo e não fumar no local. Também é recomendado não deixar resíduos de alimentos e lixo e evitar odores fortes, como sprays aromatizantes e perfumes, outras fontes de incômodo para os alérgicos.

O que também pode atrair fungos para dentro do automóvel é a umidade provocada pelo ar-condicionado. “Além de serem alérgenos conhecidos, eles podem servir como fonte de alimento para ácaros. Com isso, é muito provável que onde um está o outro seja encontrado”, explica Diener Frozi, médico alergista.

Ainda segundo o especialista, mesmo quem trafega na maior parte do tempo com os vidros fechados pode ser afetado pela poluição das ruas e avenidas, que fica impregnada em todo o veículo, inclusive na lataria. “A fuligem se desprende na lavagem, dessa forma, não é recomendado que os alérgicos façam a limpeza pessoalmente, pois entrarão em contato direto com um possível alergênico”, detalha o médico.

Mais cuidados

Para minimizar os problemas, é preciso é aderir a uma rotina de cuidados. Aspirar o interior do veículo pelo menos uma vez por semana e impermeabilizar o estofado, para protegê-lo da sujeira e da umidade, são as dicas de Roberta Zanella, proprietária do 360º Estética Automotiva, de São Paulo. “Fora isso, é importante realizar a higienização do ar-condicionado e trocar o filtro de ar. Se isso não for feito, toda a sujeira externa invadirá o interior do automóvel, levando fungos e ácaros”, diz Roberta. O prazo para a substituição do item é a cada seis meses ou 20 mil quilômetros rodados.

Newsletter

Receba com exclusividade nossos conteúdos e o e-book com dicas para cuidar melhor de seu veículo.