Ford Ranger 2020 recebe retoque visual e novos itens, mas perde versões flex

Notícias 26 de junho de 2019 Da Redação, com assessoria 0

A Ford anunciou o lançamento da Ranger 2020 no Brasil. Agora sem motores flex, a picape recebeu um leve retoque no visual e recebeu alguns novos equipamentos e refinamentos de engenharia. Segundo a marca americana, a nova linha será disponibilizada ao público em agosto.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link.

Novidades Ford Ranger 2020

Visualmente, as mudanças se concentram na dianteira da Ranger. Ela recebeu nova grade, para-choques, faróis principais e de neblina redesenhados. Uma nova pintura para as rodas de 18 polegadas e melhorias no acabamento interno e materiais na cabine são outras novidades.

Uma nova suspensão também foi adicionada. A promessa é de uma melhora na dirigibilidade e no conforto. Outra mudança foi na tampa da caçamba, que agora ganhou um assistente de abertura e fechamento, que reduz o peso da movimentação de 12 kg para 3 kg.

A segurança da picape recebeu alguns reforços, como o assistente autônomo de frenagem com detecção de pedestres. Ele funciona em velocidades de 5 km/h a 80 km/h, com o auxílio de duas câmeras e um radar. Caso detecte algum pedestre, um alerta é emitido. Se o condutor não acionar os freios, o sistema intervém e realiza a frenagem.

LEIA MAIS: Confira os carros mais legais da história

Exclusivos: carros que tiveram menos de 10 unidades importadas para o Brasil em 2019

Já o sistema de reconhecimento de sinais de trânsito auxilia o condutor com os limites de velocidade. Ele consegue realizar a leitura de placas por meio das mesmas câmeras do sistema de frenagem.

A linha ganhou uma nova cor, azul Belize, e dispõe de outras seis opções: vermelho Bari, branco Ártico, prata Geada, vermelho Toscana, preto Gales e cinza Moscou.

Mesmo preço

Apesar das mudanças, a Ford manteve o preço das versões. A versão 2.2 XLS agora vem com ar-condicionado digital de duas zonas, central multimídia SYNC 3 com tela de 8 polegadas, painel configurável com duas telas de 4,2 polegadas e novos faróis de neblina. Tem ainda sete airbags, câmera de ré e rodas de liga leve de 17 polegadas. Ela parte de R$128.250 na versão 4×2 automática, e oferece também as opções de tração 4×4 com transmissão manual (R$147.520) ou automática (R$154.610).

A versão XLT 3.2, com tração 4×4 e transmissão automática, conserva o preço de R$176.420. Além de bancos de couro, ela acrescenta itens como sensor de chuva, monitoramento individual de pressão dos pneus, faróis automáticos, estribos plataforma e detalhes cromados.

Já a versão de topo 3.2 Limited passa a vir com faróis baixos de xênon com luz diurna de LED, farol alto automático, sistema de acesso sem chave e botão de partida Ford Power, tampa traseira com travamento elétrico e rodas de 18 polegadas com acabamento exclusivo. Pelo preço inalterado de R$188.990, ela introduz também sistema autônomo de frenagem com detecção de pedestres, reconhecimento de sinais de trânsito e monitoramento individual de pressão dos pneus, continuando a oferecer ainda itens como piloto automático adaptativo, sistema de permanência em faixa e sistema de personalização da luz ambiente com sete cores.

Nenhum comentário até agora.

Seja o primeiro a comentar.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *