Ford celebra 40 anos de lançamento do Fiesta; veja a evolução do modelo

Notícias 29 de julho de 2016 Leo Alves 0

Apresentado ao mundo pela primeira vez em 1976, o Ford Fiesta é um dos modelos mais bem-sucedidos da história da marca. Completando 40 anos de estrada, ele está próximo de bater a marca de 18 milhões de unidades fabricadas no mundo, sendo 1,8 milhão somente no Brasil.

A primeira geração ficou sete anos em venda. Começou sua trajetória na Alemanha e na Espanha, chegando ao mercado da Inglaterra em 1977. A versão esportiva XR2, lançada em 1981, foi a primeira a romper a barreira dos 160 km/h de velocidade máxima.

Em 1983 foi a vez da segunda geração ser apresentada. Superou a marca de 3 milhões de unidades comercializadas em 1984, e levou inovações para o Fiesta, como o motor 1.4 a gasolina em 1986 e a transmissão continuamente variável CTX em 1987.

Ainda mantendo linhas mais quadradas, a terceira geração foi apresentada em 1989. Maior em suas dimensões, passou a oferecer a opção de cinco portas, pela primeira vez na história do modelo. Já no fim de sua vida no mercado internacional, em 1995, o veículo desembarcou no Brasil, sendo o primeiro Fiesta a vir para cá, importado da Espanha.

Made in Brasil

Com linhas mais arredondadas e com a grade oval que marcou os modelos da Ford nos anos 1990, a quarta geração foi lançada. Passou a ser produzido na planta de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. A partir deste automóvel saíram a picape Courier, produzida de 1996 a 2013 e substituta da Pampa, além do Fiesta Sedan, importado do México.

Em 2002, a quinta geração foi lançada mundialmente, chegando com design frontal exclusivo no Brasil. No País, este modelo deu fruto ao sedã, desta vez nacional, e ao EcoSport, que surgiu em 2003 e dominou por muitos anos o mercado de SUV compactos. Esta configuração passou por duas reestilizações no Brasil: em 2007 e em 2010.

A sexta e atual geração do Fiesta surgiu em 2008. Completamente reformulado, ele cresceu em formas e conteúdo, chegando ao Brasil em 2011, importado do México. Em 2014 passou a ser produzido nacionalmente. De sua plataforma nasceram novamente a versão sedã e a nova geração do EcoSport.