Ex-motoboy cria app de entrega no interior de SP e tem seu faturamento dobrado

Como surgiu o app de entrega do ex-motoboy? Depois de experienciar toda a rotina de um motoboy entregador, com todas as preocupações de quem trabalha para um dos principais players do setor de delivery no país, Cézar Mendes decidiu montar a própria empresa de entregas. 

Cezar mendes
Cézar Mendes – fundador do app de entrega – Foto: Divulgação

Nova Delivery – o app de entrega de ex-motoboy

A ideia era mudar a dinâmica dos estabelecimentos comerciais e dos entregadores em relação ao marketplace, que comumente domina esse vínculo. 

Foi assim que nasceu a Nova Delivery, em Piracicaba (SP), com foco em solucionar as principais dores do mercado e dos comerciantes quanto à logística, suporte e altas taxas.

VEJA TAMBÉM

No começo, Cézar e a sua sócia, Eliude Guimarães, foram considerados “loucos”. Hoje, eles são donos de uma das maiores empresas da região. A princípio, faturam mensalmente mais de R$ 300 mil, o dobro do mesmo período de um ano atrás. 

Com menos de dois anos de existência, a Nova Delivery já atende mais de 300 clientes. Inicialmente nas cidades de Piracicaba, Santa Bárbara e Americana, realizando cerca de 1.500 corridas por dia.

Além disso, são mais de 500 motoboys ativos cadastrados. 

“Um dia taxados de ‘loucos’, hoje nos tornamos referência e recentemente até participamos de reuniões internacionais com empresas interessadas em investir no Brasil”, revela Cézar.

Primeiros passos

Na época em que começaram, em outubro de 2021, arriscaram todas as suas finanças no sucesso do negócio, adquirindo a tecnologia da Machine, que permite a criação de apps de transporte e delivery, no cartão de crédito. 

“Fomos com tudo, pagamos pelo software da Machine no crédito sem saber como e se pagaríamos no mês seguinte. Foi uma loucura que deu certo. Podemos dizer que transformamos o delivery nas regiões em que atuamos”, afirma o empreendedor.

Ademais, apesar do sucesso da plataforma, nem sempre foi fácil. Nos primeiros meses, a Nova Delivery sofria com a falta de motoboys cadastrados, sem conseguir suprir as demandas dos estabelecimentos que já haviam se tornado clientes. 

Concorrência acirrada

Disputando com a concorrência na fidelização dos entregadores, a empresa foi estratégica em se aproximar destes profissionais, dispondo de descontos em seguradoras, assim como em oficinas e mecânicas locais. 

Outro diferencial da plataforma são as taxas cobradas das empresas parceiras e os benefícios aos motoqueiros, afirma Cézar.

“Enquanto os grandes possuem taxas altas, de mais de 30% por venda, pela Nova Delivery é cobrada uma taxa semanal, que acaba ficando em torno de 12% a 15% do valor dos pedidos no período, deixando mais lucro no fim do mês para os comerciantes”. 

Além disso, nosso compromisso se estende à segurança abrangente do produto durante o transporte”, ressalta. 

Por fim, Cézar a preocupação com os entregadores, que têm direito a cobertura por e até convênio médico e seguro de vida.

Aproveite e confira: Motorista Uber que não fizer isso terá bônus de R$ 1.000 cancelado

Robson QuirinoSou Robson Quirino. Formado em Comunicação Social pelo IESB-Brasília, atuo como Redator/ Jornalista desde 2009 e para o segmento automotivo desde 2019. Gosto de viagens rápidas, mas sonho em viajar em um cosmic car para o espaço sideral.
ASSISTA AGORA
Veja mais ›
Fechar