Donos dessas marcas de carro estão em desespero por falta de seguro

Calma, pois não é no Brasil, mas sim nos Estados Unidos. Por lá, as seguradoras não querem oferecer apólices para os proprietários de carros das marcas Hyundai e Kia. A falta de seguro se dá a uma falha, que facilita o roubo/ furto de alguns veículos dessas marcas. 

Facilidade em furtar resultou em falta de seguro para Kia e Hyundai - Foto: Hyundai

 

VEJA TAMBÉM

Facilidade em furtar resultou em falta de seguro para Kia e Hyundai – Foto: Hyundai

 

Falta de seguro desespera donos de carros da Kia e Hyundai

No começo do ano, uma série de vídeos viralizados no Tik Tok e outras mídias sociais mostra ação dos “Kia Boys”, ladrões de carros especializados em burlar o sistema dos veículos da Kia e Hyundai

O problema veio à tona em meados de 2022, quando os criminosos roubavam os carros apenas com uma chave de fenda e um cabo USB. 

O motivo é que muitos desses modelos não contam com um componente chamado imobilizador de motor, ou seja, eles não precisam que a chave esteja no carro para que o motor dê partida. 

Como a tecnologia se tornou padrão apenas em 2021 para Hyundai e 2022 para a Kia, os carros que chegaram ao mercado antes disso se tornaram vulneráveis, mesmo com uma série de atualizações. 

O vídeo pode ser visto aqui. 

O resultado foram aumentos significativos nos roubos desses carros, o que fez as seguradoras de lá simplesmente se negarem a renovar ou oferecer as apólices aos seguintes veículos: 

  • 2015-2021 Hyundai Accent 

  • 2015-2021 Hyundai Elantra 

  • 2015-2021 Hyundai Kona

  • 2015-2021 Hyundai Santa Fe

  • 2015-2021 Hyundai Tucson

  • 2015-2018 Hyundai Veloster

  • 2015-2021 Kia Forte

  • 2015-2021 Kia Optima

  • 2015-2016 Kia Optima Hybrid

  • 2015-2021 Kia Rio 

  • 2015-2021 Kia Sedona

  • 2015-2016 Kia Sorento

  • 2015-2021 Kia Soul

  • 2015-2021 Kia Sportage

Em setembro de 2022, o Instituto de Seguros de Segurança Rodoviária informou que as incidências de roubo de veículos das duas marcas eram quase duas vezes mais comuns em relação aos demais fabricantes. 

Imagem divulgada pela Hyundai para alertar proprietários - Foto: Hyundai

 

Imagem divulgada pela Hyundai para alertar ação – Foto: Hyundai 

 

“Nossos estudos anteriores mostram que as perdas por roubo de veículos caíram após a introdução dos imobilizadores. Infelizmente, Hyundai e Kia ficaram atrás de outras montadoras em tornando-os equipamentos padrão”, afirmou na época Matt Moore, vice-presidente sênior do Highway Loss Data Institute. 

Taxas de roubos mais que triplicaram

Passado mais de um ano desde que os vídeos do Tik Tok viralizaram, os números são alarmantes. 

Conforme apurou o site Wired.com, em Chicago, o número de roubos de carro após os vídeos chegam a 2 mil. Antes, eram de 850 por mês. 

O mesmo aconteceu em Denver, que antes girava em torno de 800 carros. Em Atlanta, o número chega a 1.000 por mês (eram 250). 

Ao todo, 8,3 milhões de veículos são alvos relativamente fáceis para os ladrões nos Estados Unidos.

Robson QuirinoSou Robson Quirino. Formado em Comunicação Social pelo IESB-Brasília, atuo como Redator/ Jornalista desde 2009 e para o segmento automotivo desde 2019. Gosto de viagens rápidas, mas sonho em viajar em um cosmic car para o espaço sideral.
ASSISTA AGORA
Veja mais ›
Fechar