Dicas práticas de como economizar combustível e poupar dinheiro

(Foto: Divulgação)

Os frequentes aumentos de preços dos combustíveis têm provocado grande impacto no orçamento de quem usa veículos para se locomover pelas cidades. Para quem tem rotina totalmente dependente do carro para cumprir as atividades cotidianas não resta outra alternativa senão economizar no combustível, buscando a redução do consumo de gasolina, etanol ou diesel.

 Existem algumas medidas que, quando seguidas de forma correta, podem de fato diminuir os gastos com o combustível. Todas estão diretamente relacionadas à forma certa de conduzir e de cuidar do veículo.

10 dicas para economizar combustível

Limpeza das peças do carro podem auxiliar na economia de combustível
Manutenção auxilia na economia de combustível (Foto: Divulgação)

Para economizar no uso do carro, procure seguir as dicas a seguir, formuladas por Guerda Tiziane Adão, consultora de mecânica automotiva e CEO da Lion Queen’s Garage – centro automotivo com oficinas nas cidades de Curitiba e Maringá, no Paraná.

VEJA TAMBÉM

1- Evite as arrancadas

Uma das práticas que devem ser evitadas na hora de dirigir é a arrancada. Se você costuma pisar fundo toda vez que sai com o carro, repense esse hábito pois ele pode pesar no bolso no final do mês. Quando exageramos na pisada no acelerador, o sistema entende que o veículo necessita de potência máxima e, consequentemente, consome mais combustível. O motorista que conduz o veículo suavemente, com acelerações e frenagens progressivas, gasta menos combustível.

2- Mantenha a velocidade constante para economizar combustível

Também é importante ficar atento à velocidade. Quando muito próximo de outro carro, é preciso frear e, logo após, recuperar a velocidade. Nesse vai e vem frequente, o veículo exige um consumo maior, portanto, mantenha sempre uma distância adequada e velocidade constante.

3- Trocar as marchas corretamente ajuda a economizar combustível

Outro dica importante é utilizar de maneira correta a caixa de marchas do automóvel. Evite fazer trocas de marcha com a rotação elevada demais. Além disso, não ande com o veículo desengatado. Diferentemente do que muitos pensam, andar na “banguela” consome mais combustível do que se o veículo estiver engrenado na marcha adequada.

4- Tenha os pneus sempre calibrados

Pneus devem estar sempre calibrados (Foto: Unsplash)

Eles são o único ponto de contato do veículo com o solo.  Por isso, os pneus têm um papel crucial em qualquer questão relacionada ao consumo de combustível – mais especificamente, devido à sua resistência ao rolamento. Pneus murchos, além de contribuir para o aumento no consumo de combustível, forçam o sistema de direção e a suspensão do carro, bem como tem a vida útil diminuída.

A calibragem dos pneus deve ser feita, com a pressão recomendada pelo fabricante, pelo menos a cada 15 dias – ou semanalmente, caso você rode por vias em mau estado de conservação, cheias de buracos e irregularidades. 

“Pneus com pressão 10% abaixo do recomendado pelo fabricante podem gerar um aumento no consumo de combustível entre 6% e 10%, pois aumenta a sua resistência ao rolamento”, explica Guerda Tiziane Adão, CEO da Lion Queen’s Garage.

5- Rodas sempre alinhadas

O desalinhamento das rodas também provoca maior resistência ao rolamento dos pneus – e, por consequência, também o aumento no consumo de combustível. Por isso, o alinhamento deve ser feito a cada 10 mil quilômetros – ou sempre que você pegar algum buraco de forma mais brusca. Fique atento a sintomas como pneu “cantando” em curvas de baixa velocidade, o carro puxando mais para um lado do que para outro.

6- Ar-condicionado x janelas abertas

Dicas para uma boa manutenção do ar-condicionado do carro
Janela aberta é alternativa para baixas velocidades (Foto: Pexels)

O ar-condicionado na potência máxima também influencia no consumo de combustível. Se possível, aproveite as entradas de ar do carro para ventilar e evite utilizar o ar-condicionado nos trajetos longos.

Mas embora deixar o ar-condicionado no máximo exija mais do veículo, abrir os vidros enquanto dirige não é uma boa alternativa viável se você estiver dirigindo em alta velocidade – nessa situação, andar com as janelas abertas pode aumentar a resistência do ar e fazer o seu carro consumir mais combustível.

Em viagens longas, em velocidade de estrada, o ideal é manter o carro fechado, com o ar-condicionado em funcionamento moderado. E dentro da cidade em percursos curtos, a preferência deve ser por manter os vidros abertos.

7- Atenção à qualidade do combustível

Aprovado projeto que facilita redução de imposto sobre combustível
(Ilustrativa)

A adulteração de combustível é um problema grave no Brasil, que pode provocar graves danos no motor – ou, na hipótese mais branda, aumentar o consumo de combustível do veículo. Um combustível de baixa qualidade influencia na capacidade de tráfego do veículo, por isso, você deve estar atento à idoneidade dos postos frequentados. 

8- Use somente um tipo de combustível

Para quem tem carro flex, a dica é encher o tanque com um só tipo, ou seja, somente gasolina ou somente etanol. Quando misturados, os líquidos precisam ser processados pelo sistema de injeção, o que demanda um certo tempo e, consequentemente, mais consumo de recursos para definir a relação ideal entre ar e combustível.

9- Evite peso em excesso

Não é por acaso que todas as fabricantes de veículos trabalham intensamente para reduzir o peso dos seus carros. Em todos os grandes mercados mundiais, as empresas precisam atender à metas de redução de consumo de combustível que estão cada vez mais rígidas.

Quanto maior a massa a ser deslocada pelo motor, maior é o consumo de combustível. Não transforme o porta-malas do seu veículo em guarda-volumes, transportando itens desnecessários.

10- Revisão e manutenção em dia também são importantes para economizar combustível

A baixa frequência de revisão e manutenção do veículo é considerada por muitos especialistas o maior vilão do consumo de combustível. O carro precisa de cuidados para exercer sua função de forma plena. Portanto, atente-se às orientações do fabricante, pois um carro com a manutenção em dia contribui para a economia de recursos, além de garantir a sua segurança e de sua família. 

No momento de levar o carro para revisão, os principais fatores no qual se deve ficar atentos são:

  • Filtros de ar;
  • Velas sujas e defeitos nas bobinas;
  • Filtro de óleo;
  • Catalizador;
  • Óleo.

O que você achou? Siga @sitegaragem360 no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Paulo Silveira
Paulo SilveiraJornalista com 20 anos de experiência profissional como repórter nas principais redações de jornais do Brasil, como Gazeta Mercantil, Folha SP, Estadão e Jornal do Brasil e em cargos de coordenação, edição e direção. Formado em Jornalismo pela Caśper Líbero.
ASSISTA AGORA
×

Mais veloz que esses carros? Apenas as notícias que traremos até você!

Cadastre-se na nossa newsletter e além de ficar por dentro de todos lançamentos, você também será o primeiro a ser notificado dos nossos testes e outras noticias incríveis por e-mail!
Veja mais ›
Fechar