Tags

Notícias

De visual renovado, Nissan GT-R 2017 estreia no Salão de Nova York

23 março, 2016
Da Redação, com assessoria

Bólido apresenta alterações visuais e novos equipamentos

O Nissan GT-R 2017 faz hoje, dia 23 de março, sua estreia no Salão Internacional do Automóvel de Nova York, nos Estados Unidos – o evento abre as portas para o público no dia 25/3. O bólido apresenta alterações visuais no exterior e no interior, avanços na performance e novos equipamentos. São as mudanças mais marcantes feitas desde o seu lançamento, em 2007.

Na parte visual, o veículo recebeu uma renovação completa na parte dianteira, com destaque para a nova grade cromada com acabamento “V-Motion”, que representa uma das mais recentes assinaturas de design da montadora. Ela ficou maior para melhorar o arrefecimento do motor, e apresenta um padrão atualizado.

Foto: Divulgação
 | Foto: Divulgação
Esportivo GT-R recebeu renovação completa na parte dianteira

O novo capô, que flui pela grade, foi significantemente reforçado, contribuindo para a estabilidade durante a condução em alta velocidade. O aerofólio dianteiro redesenhado e o para-choque dianteiro com finalizadores situados bem abaixo dos faróis dão ao GT-R a aparência de um carro de corrida.

Seu desenho ‘corta-vento’ familiar define o perfil, mas as soleiras laterais foram alargadas para aumentar o fluxo de ar. A traseira do carro também passou por mudanças. Ao passo que as quatro lanternas em formato de aneis, marca registrada do esportivo, permanecem, ao olhar de perto, pode-se notar o trabalho feito na carroceria para aumentar o fluxo de ar, bem como as como saídas de ar laterais ao lado das ponteiras de escapamento quádruplo. Além disso, a linha de cintura que separa a seção preta inferior do painel de corpo foi aumentada para lhe dar um olhar mais amplo e mais agressivo a partir da parte traseira. 

Interior

Internamente, o painel e o quadro de instrumentos são inteiramente novos e cobertos com couro de alta qualidade artisticamente costurado com precisão “Takumi” – tratam-se dos engenheiros que montam o motor V6 3.8 de forma artesanal.

O painel adota um “fluxo horizontal”, que proporciona sensação de maior estabilidade para os ocupantes do banco da frente do carro, enquanto a linha a partir do quadro de instrumentos até o console central proporciona um ambiente distinto orientado para o condutor que está atrás do volante.

Foto: Divulgação
 | Foto: Divulgação
Na traseira, o esportivo da Nissan manteve as quatro lanternas em formado de aneis

O layout do painel central também foi melhorado e simplificado. A navegação integrada e os controles de áudio reduziram o número de botões de 27 para 11. Um monitor ampliado e sensível ao toque, de 8 polegadas, apresenta grandes ícones na tela de exibição. O novo controle de comando de exibição no console central é feito em fibra de carbono.

As borboletas para trocas manuais de transmissão estão montadas no novo volante para permitir que os motoristas mudem as marchas em meia volta sem ter que tirar as mãos.

Motor

Sob o capô, o GT-R traz o motor V6 3.8, de 24 válvulas biturbo, que entrega 572 cavalos a 6.800 rpm (20 a mais em relação à linha anterior) e 64,5 kgfm de torque. A saída melhorada, explica a Nissan, é resultado de controle de ignição por tempo individual dos cilindros e impulso extra dos turbo-compressores, permitindo ao bólido aceleração superior em médias e baixas rotações (3.200 rpm e acima).

Ele vem acoplado a uma transmissão de seis velocidades, de dupla embreagem. Ela apresenta mudanças mais suaves e menos ruído. O som do esportivo também foi atualizado. A ressonância dos novos silenciosos de titânio e o sistema Active Sound Enhancement (ASE) melhoram a experiência de condução. O novo modelo da Nissan traz ainda estrutura mais rígida da carroceria, nova suspensão e rodas aro 20 forjadas em alumínio.

Newsletter

Receba com exclusividade nossos conteúdos e o e-book com dicas para cuidar melhor de seu veículo.