Como o Uber beneficiou o mercado de táxis

Notícias 13 de junho de 2017 Da Redação, com assessoria 2

A concorrência em qualquer área é um estímulo para a melhora na prestação de serviços. Quem sai ganhando é o consumidor e, na área de transportes, não é diferente. A chegada de aplicativos de carros particulares, principalmente a partir de 2014, tirou os taxistas da zona de conforto, melhorando a qualidade do serviço desde a solicitação até a entrega. Prova disso é o crescimento de quase 90%, nos últimos dois anos, no número de corridas solicitadas via apps como a Wappa, que trabalha exclusivamente com taxistas.

LEIA MAIS: Dicas para economizar com manutenção preventiva
Chevrolet confirma Equinox para o Brasil neste ano; veja alguns itens do modelo

“É visível a mudança que ocorreu no mercado após o crescimento dos apps de carros particulares. É muito difícil crescer tanto e tão rapidamente e manter a qualidade do serviço. Em compensação, a concorrência melhorou o serviço de táxis, o que garantiu que a demanda aumentasse significativamente. Hoje, esses profissionais estão mais qualificados e atentos ao mercado para oferecerem o melhor para os passageiros”, destaca Armindo Mota Jr, CEO da Wappa.

Pesquisa Datafolha
Em 2016, uma pesquisa Datafolha mostrou que 65% dos moradores de São Paulo, cidade com maior demanda de serviço de transporte de passageiros, classificam o serviço dos táxis com ótimo ou bom. Para Mota Jr, a satisfação dos paulistanos se deve a vantagens que apenas o táxi oferece, como a velocidade nos trajetos, já que eles circulam pelos corredores de ônibus. Outro diferencial importante é o nível de segurança, afinal todo taxista deve manter atualizado seu registro junto aos órgãos competentes, que requerem itens como antecedentes criminais.