Tags

Serviços

Chuva: 5 dicas para dirigir com segurança na estrada e na cidade

Créditos: Pixabay
15 janeiro, 2021
Da Redação, com assessoria

Segundo os climatologistas, no verão 2020/2021 o fenômeno La Niña deverá intensificar o volume de chuvas nas regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil. Dirigir em vias molhadas pode ser perigoso e nessas condições os pneus demandam alguns cuidados especiais para uma condução segura do veículo.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link.

Um estudo conduzido pela fabricante de pneus Continental apurou que pneus novos, com 100% de sua capacidade de dispersão, podem dar vazão a até 30 litros de água por segundo a uma velocidade de 80 km/h. Mas, quando os sulcos atingem o limite legal de 1,6 mm essa capacidade cai para 55%, o que impacta direta e negativamente a dirigibilidade e a segurança.

“Sob chuva, além de reduzir a velocidade, é importante manter-se distante do veículo à frente. Em uma pista molhada o motorista necessita de três vezes mais espaço para frear em comparação com uma pista seca”, destaca Rafael Astolfi, gerente de assistência técnica da Continental Pneus.

A seguir, o especialista enumera cinco dicas para trafegar com segurança – tanto na estrada como na cidade – e assim evitar acidentes em dias chuvosos.

Cinco dicas para dirigir com segurança na chuva

1- Aquaplanagem

Quando há muita água na pista, o veículo pode perder o contato com o asfalto e deslizar. Nessa situação não freie ou faça qualquer movimento brusco com o volante. Aguarde que a perda gradativa de velocidade faça com que o veículo volte a ter contato com a pista e assim o controle possa ser retomado.

2- Reduza a velocidade

A água da chuva, quando misturada à sujeira e ao óleo que se acumulam nas ruas e estradas, aumenta a possibilidade de derrapagens. Ao reduzir a velocidade, o motorista permite que uma área maior da banda de rodagem entre em contato com a pista, aumentando assim a aderência dos pneus com o solo.

LEIA MAIS: Carros inteligentes: Chery e Huawei vão trabalhar juntas

Veja dicas para viajar com segurança durante o período de chuvas

3- Mantenha distância

Além de reduzir a velocidade, é importante manter distância do veículo à frente. Em uma pista molhada, o motorista necessita de três vezes mais espaço para frear em comparação com uma pista seca.

4- Análise dos sulcos

Também é importante observar a profundidade dos sulcos dos pneus. A Continental conta com uma tecnologia exclusiva, o WWI (wet wear indicator) que alerta quando sulcos do seu pneu atingiram a profundidade de 3 mm. A partir desse momento, o desempenho no molhado já não é mais o mesmo de um pneu novo e, portanto, é necessária ainda mais atenção. O WWI é complementar ao TWI (tread wear indicator) que indica o momento da substituição dos pneus, que é quando a profundidade dos sulcos atinge o 1,6 mm de profundidade.

5- Calibragem, alinhamento e balanceamento

Para assegurar que a área de contato entre o pneu e a pista seja a ideal, com o máximo possível de água sendo drenada, é essencial não descuidar da pressão, do alinhamento e do balanceamento das rodas.

Newsletter

Receba com exclusividade nossos conteúdos e o e-book com dicas para cuidar melhor de seu veículo.