Chinesas tentam mas marcas tradicionais como FIAT, GM e VW ainda dominam o mercado

A Fenabrave divulgou a lista de carros mais vendidos de abril. E, quando analisamos as marcas campeãs de vendas é possível perceber que as chinesas até tentam, mas as tradicionais ainda continuam fortes no mercado. A seguir, o Garagem360 explica melhor esse panorama. 

Foto: Nicole Santana - Garagem360
Fiat Cronos é um dos modelos modelos da montadora italiana – Foto: Nicole Santana – Garagem360

Quais são as marcas automotivas que mais vendem carros no Brasil? 

A campeã de vendas é a Fiat. A montadora italiana emplacou 143.607 unidades vendidas. Na sequência, aparecem Volkswagen e GM, com 110.264 veículos e 86.751, respectivamente. 

Entre as marcas chinesas, a BYD aparece somente na 10º posição, acumulando 21.979 carros vendidos. 

Volkswagen Polo - Foto: Nicole Santana - Garagem360
Volkswagen Polo é um dos carros mais vendidos da marca – Foto: Nicole Santana – Garagem360

Leia também:

Marcas que mais venderam carros no Brasil até abril de 2024 (Foto: Captura de tela/ Fenabrave)
Marcas que mais venderam carros no Brasil até abril de 2024 (Foto: Captura de tela/ Fenabrave)

 

O que esperar da BYD em 2024? 

BYD - Foto: Nicole Santana - Garagem360
BYD Dolphin Mini  é ideal para quem busca por carro elétrico mais em conta – Foto: Nicole Santana – Garagem360

A expectativa é que a montadora chinesa suba mais posições no ranking ainda este ano. Isso porque, conforme antecipado pela Vitória Marques, jornalista do Garagem360, a fabricante prepara mais lançamentos.

No primeiro semestre do ano, provavelmente, em junho, chegam por aqui o BYD Song Pro e o BYD King. Sobre o primeiro modelo, temos as seguintes informações: 

  • SUV versão de entrada do Song Plus

  • Conjunto híbrido plug-in de 179 cv

  • Preço na faixa dos R$ 200 mil

Já para o BYD King, a montadora trará um veículo de trem de força híbrido leve composto. Ele será composto por um  motor 1.5 aspirado com 110  cv de potência e 13,4 kgfm de torque.

O lançamento chinês terá uma versão híbrida plug-in: motor 1.5 aspirado com 197 cv de potência e 33,4 kgfm de torque. Na pista, entregará uma autonomia de quase 1.200 km (ciclo CLTC). 

Diante desse cenário, o que nos resta é aguardar o que as montadoras têm preparado para se destacar no mercado. Por isso, continue conosco para não perder as últimas notícias automotivas e os próximos lançamentos. 


Leia também: Afinal, vale comprar o sedã mais vendido do Brasil em 2024?

ASSISTA AGORA
Veja mais ›
Fechar