Central multimídia: saiba como escolher a melhor para o seu carro

Central Multimídia (Foto: Divulgação/Nissan)
publicidade

O rápido avanço da tecnologia automotiva, que permite embarcar cada vez mais conectividade nos veículos, está alterando e o perfil do consumidor brasileiro. Recente pesquisa realizada pelo Webmotors Autoinsights revela que 72% dos que pretendem adquirir um veículo nos próximos meses se dispõem a pagar mais por um carro que ofereça itens de conectividade, a fim de obter mais comodidade e segurança.

Entre os itens apresentados aos entrevistados durante a pesquisa, a central multimídia com espelhamento do celular é, de longe, o item preferido – sendo o objeto do desejo de 61% dos brasileiros. O segundo lugar – o sistema keyless para abertura das portas por aproximação – aparece bem atrás, com 34%.

publicidade

Se você tem um carro que não possui central multimídia, é possível que esteja cogitando comprar um equipamento desses para instalar no veículo. Se for o caso, veja a seguir tudo o que você precisa saber para tomar uma decisão

Como escolher e instalar uma central multimídia

Central multimídia Jeep Renegade 2022 (Foto: Divulgação/Jeep)

A central multimídia é um dispositivo que – como sugere o nome – executa diversos tipos de mídia, reproduzindo recursos de áudio, vídeo e outros conteúdos de entretenimento e navegação, por meio de conexão com a internet, em geral via smartphone. 

Quando surgiu, o equipamento era exclusivo dos veículos mais luxuosos. Porém, atualmente já figura nos modelos mais populares. No Brasil, os veículos de preço mais baixo com central multimídia surgiram na metade da década passada. O primeiro deles foi o Chevrolet Onix, que deve muito o seu sucesso de vendas a esse item de tecnologia.

publicidade

Como funciona uma central multimídia

Uma central multimídia pode oferecer funções que permitem ao usuário alterar configurações básicas do automóvel, integração com o computador de bordo do veículo, espelhamento do smartphone, GPS, entre várias outras.

Em alguns modelos mais avançados é possível receber notificações sobre defeitos ou problemas do veículo, contribuindo para a segurança.

publicidade

As principais funções de uma central multimídia são:

1- Integração com o smartphone

A integração do sistema mutimídia com o aparelho de telefonia celular é um dos recursos mais valiosos do equipamento. Afinal, dirigir o carro tendo o aparelho à mão é infração de trânsito passível de multa – além de representar riscos de acidente.

Com a central multimídia é possível atender o celular sem tirar a mão do volante, mandar mensagens, mudar músicas, aumentar e diminuir o volume entre outros recursos. 

publicidade

2- Câmera de ré

Os sensores de estacionamento existem já há muito tempo, mas antes eram apenas sonoros. Hoje, o recuso é visual, com uma câmera instalada na traseira que, ao engatar a marcha à ré, transmite imagens para a tela da central multimídia. 

Em alguns modelos, também são traçadas linhas na tela para informar como a manobra deve ser realizada com segurança. Para quem tem dificuldades fazer baliza, essa tecnologia é de grande ajuda. 

Confira os detalhes da melhor versão do Jeep Compass 2022
(Foto: Divulgação)
publicidade

3- GPS com comando de voz

O GPS tornou-se indispensável para o motorista que dirige na cidade grande ou viaja com frequência.

Aplicativos como o Waze e Google Maps ficam melhores na tela da central multimídia.  Facilidade maior na visualização, graças à tela maior, e som mais nítido –que sai por todos os alto-falantes do carro – evitam que você perca alguma instrução e erre o caminho.

Passo a passo para escolher a central multimídia

Antes de definir qual produto comprar, é importante ter como base uma série de aspectos relacionados, principalmente, à funcionalidade do equipamento.

publicidade

Acompanhe o passo a passo

1- Estabeleça suas prioridades

O primeiro passo é definir as suas prioridades. São inúmeras as opções no mercado, com tecnologias distintas e preços bastante diferentes – as mais simples custam na faixa dos R$ 400 e as mais sofisticadas chegam a R$ 2.000, com diversos valores intermediários.

Ressalte-se, neste ponto, que além de escolher o equipamento mais adequado, é de importância fundamental contratar um serviço especializado de instalação – como veremos adiante. Os valores desses serviços são, em alguns casos, equivalentes ao preço do próprio equipamento.

publicidade

Os equipamentos podem diferir em relação à resolução de tela, recursos de interatividade, capacidade de memória, sistema operacional e possibilidade de espelhamento do smartphones são os pontos mais relevantes. Então, é importante deixar claro aquilo que você mais valoriza.

2- Verifique a compatibilidade de sistemas

O próximo passo é analisar se o equipamento desejado interage com seu smartphone. Embora a maioria dos aparelhos apresente boa conectividade com celulares mais modernos, nem sempre é possível sincronizar a central com qualquer sistema Android, por exemplo.

Caso escolha um equipamento incompatível, os apps mais comuns, como o Google Maps e Spotify,  podem não rodar na central multimídia.

publicidade

Equipamentos mais modernos oferecem opções variadas aos usuários, incluindo o espelhamento da tela do smartphone diretamente no dispositivo. Por outro lado, dependendo do modelo escolhido, os sistemas não permitem essa funcionalidade, a menos que o smartphone e a central suportem, respectivamente, o Android Auto ou o Apple CarPlay.

3- Certifique-se de que é possível instalar no seu carro

Você também precisa verificar a compatibilidade do equipamento com o seu carro. Nem todos os modelos são compatíveis com esse tipo de sistema.

Chicotes elétricos específicos, por exemplo, precisam estar disponíveis para a perfeita instalação da central no veículo. Caso contrário, deverá ser realizada uma série de emendas de fios e adaptações que podem comprometer sua eficiência.

publicidade

Outro ponto de atenção são os espaços específicos para instalação do equipamento no painel do seu carro. Afinal, dispor de uma moldura apropriada pode ser um bom diferencial, já que a aparência original do veículo não será alterada.

Alguns fabricantes oferecem centrais específicas para cada modelo de carro, fazendo com que o equipamento se encaixe perfeitamente no painel.

Os cuidados na hora de instalar

Instalação de central multimídia é serviço especializado (Foto: Divulgação)
publicidade

Como ocorre com qualquer equipamento eletrônico, a instalação elétrica demanda muito cuidado, em especial para proteger o funcionamento adequado dos demais componentes do carro, como vidros, travas, alarmes, sensores de estacionamento etc.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Portanto, o principal cuidado na instalação da central multimídia é, além de escolher corretamente o aparelho, contar com uma mão de obra qualificada. Um bom profissional especializado pode garantir que a realização do seu sonho de consumo não se transforme em pesadelo.

O que você achou? Siga @sitegaragem360 no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Paulo Silveira
Paulo SilveiraJornalista com 20 anos de experiência profissional como repórter nas principais redações de jornais do Brasil, como Gazeta Mercantil, Folha SP, Estadão e Jornal do Brasil e em cargos de coordenação, edição e direção. Formado em Jornalismo pela Caśper Líbero.
ASSISTA AGORA
×

Mais veloz que esses carros? Apenas as notícias que traremos até você!

Cadastre-se na nossa newsletter e além de ficar por dentro de todos lançamentos, você também será o primeiro a ser notificado dos nossos testes e outras noticias incríveis por e-mail!
Veja mais ›
Fechar