Tags

Artigo

Carro x transporte público: veja dicas de como evitar a aglomerações e proteger a saúde

Créditos: Photo by Eddi Aguirre on Unsplash
29 outubro, 2020
Da Redação, com assessoria

*Por Victor Raful

Se, por um lado, o isolamento social exigiu das pessoas várias formas de adaptação à nova rotina, por outro, a volta ao trabalho presencial abriu uma discussão importante de como evitar aglomerações.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link.

Neste caso, tanto o agrupamento de veículos, nas principais vias de acesso aos polos comerciais, como o de pessoas em transportes públicos, têm de ser avaliados com cuidado e algumas medidas podem – e devem – ser tomadas.

É natural que, mesmo retornando às atividades, muitos estejam, ainda, com sentimentos de medo e incerteza. Quem sempre utilizou ônibus e/ou metrô – geralmente lotados – deve estar se perguntando se não seria este o momento de ter seu próprio veículo.

A resposta é sim. Mas, para evitar essas duas situações, a Digicarro tem algumas recomendações.

Carro x transporte público

Caso a jornada de trabalho seja flexível, evite sair e voltar em horários de pico. O modelo home office deverá continuar sendo adotado por muitas companhias, mesmo após a total retomada das atividades. Portanto, se a empresa estiver de acordo, intercalar os dias de trabalho durante a semana, como uma espécie de rodízio de local com a equipe, também contribui para o menor fluxo de pessoas e carros nas ruas.

Sem dúvida, o automóvel próprio traz mais conforto e segurança. Porém, o ideal é que haja um equilíbrio que proporcione tanto a comodidade do motorista (no caso, o dono do veículo) como o da população em geral, que sofre com o trânsito intenso e os transportes públicos sempre cheios.

Para quem precisa visitar vários clientes ao longo da semana, sem dúvida alguma, o carro será sempre a melhor opção, principalmente pela proteção da saúde, já que no transporte público a pessoa estará o tempo todo exposta a aglomerações.

LEIA MAIS: Testamos: nova Fiat Strada é quase um carro com caçamba

Nissan lança novo Versa no Brasil; preços começam em R$ 72.990

Quanto à carona compartilhada, muito embora tenha sido recomendada com intuito de evitar congestionamentos, o melhor é evitar até que tudo seja normalizado.

Outra medida que pode contribuir para evitar contágio quando é preciso compartilhar o carro com outra pessoa é deixar tudo muito bem arejado. Por enquanto, dispense o ar-condicionado e abra as janelas.

Por fim, é importante manter o interior do carro sempre limpo. Higienizá-lo, de preferência com água e sabão, é fundamental.

*Victor Raful é CEO da Digicarro, plataforma digital que permite ao consumidor cotar, comparar preços e negociar carros zero km com concessionárias.

Na galeria, veja quais foram os carros mais vendidos em setembro.

Newsletter

Receba com exclusividade nossos conteúdos e o e-book com dicas para cuidar melhor de seu veículo.