Aumento dos combustíveis! Veja preços da gasolina, etanol e diesel

gasolina está mais cara
(Foto: Marcello Casal jr / Agência Brasil)

Segundo informações da ANP, na última semana de setembro, a gasolina foi encontrada a R$ 6,092, já o etanol, teve preço médio de R$ 4,715. Veja os demais valores e o aumento dos combustíveis por todo o Brasil!

gasolina está mais cara

Gasolina está mais cara (Foto: Pixabay)

Aumento dos combustíveis

Gasolina encontrada a R$ 7,236 durante a última semana

Segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, a ANP, a última semana de setembro, entre os dias 19 e 25 de setembro, a média nacional do preço da gasolina foi R$ 6,092. No entanto, foi possível encontrar o combustível vendido por R$ 7,236 entre os 4.487 mil postos analisados.

Sobre o etanol, segundo a agência, na última semana de setembro, o combustível teve preço médio de R$ 4,715, porém, o combustível proveniente da cana de açúcar também foi encontrado a R$ 7,099 entre os 3.973 postos pesquisados pela agência.

O diesel também segue em alta. Entre os dias 19 e 25 desse mês, o combustível teve preço médio de R$ 4,707.

Gasolina 30% mais cara no comparativo com janeiro

De acordo com o último Índice de Preços Ticket Log (IPTL), o preço médio da gasolina já está 30% caro para os motoristas nos primeiros dias de setembro, no comparativo com a menor média registrada no ano, que foi em janeiro de R$ 4,816.

No caso do etanol, o período apresentou o valor médio de R$ 5,371, que quando comparado ao fechamento de janeiro, ficou 42% mais caro nos postos.

Aumento dos combustíveis: regiões

Preço por região

A gasolina mais cara foi comercializada na Região Centro-Oeste, com média de R$ 6,368, após o aumento de 1,60%, em relação ao fechamento de agosto. No Sul, o preço médio do combustível avançou 2,32%, a maior alta de todo o País, mas o valor por litro foi o menor nessa primeira quinzena do mês, a R$ 6,049.

Já o etanol mais caro foi encontrado no Nordeste, a R$ 5,547, avanço de 2,32%, ante o mês passado. No Centro-Oeste, mesmo com o aumento de 4,59%, o litro mais barato foi comercializado, à média de R$ 5,014.

Aproveite e veja: Tudo sobre o Fiat Toro 2022

gasolina está mais cara
Diesel também está mais caro (Foto: Pixabay)

Piauí tem a gasolina mais cara

No recorte por estados, o Piauí apresentou a gasolina mais cara do País, a R$ 6,640. O estado com o preço médio mais baixo foi o Amapá, onde os postos comercializaram a gasolina a R$ 5,585.

O maior aumento do preço médio da gasolina foi registrado no Rio Grande do Norte, de 3,77% em relação ao fechamento de agosto. Em nenhum estado o combustível apresentou recuo nos preços nos primeiros dias de setembro.

O etanol apresentou o valor médio por litro mais alto no Rio Grande do Sul, a R$ 6,084. O combustível mais barato, por sua vez, foi comercializado em São Paulo, a R$ 4,481. Em Rondônia, os postos registraram o avanço mais significativo do País, de 10,16%.

Petrobras aumenta o preço do diesel para as distribuidoras

A Petrobras anunciou ontem, 28, que a partir de hoje, vai aumentar o preço do diesel para as distribuidoras. Com isso, o preço médio de venda nas refinarias passa de R$ 2,81 para R$ 3,06 por litro, um reajuste médio de R$ 0,25 por litro.

Nos postos de abastecimento, para o consumidor final, o preço deve subir R$ 0,22, considerando a mistura obrigatória de 12% de biodiesel e 88% de diesel. Segundo a empresa, o reajuste reflete “parte da elevação nos patamares internacionais de preços de petróleo e da taxa de câmbio”. As informações são da Agência Brasil.

“Após 85 dias com preços estáveis, nos quais a empresa evitou o repasse imediato para os preços internos devido à volatilidade externa causada por eventos conjunturais, a Petrobras realizará ajuste no preço do diesel A para as distribuidoras”, informa nota da estatal.

gasolina está mais cara
Petrobras aumentará o preço do diesel para as distribuidoras (Foto: Pixabay)

Nicole Santana
Nicole SantanaJornalista e especialista em comunicação empresarial, com bagagem de mais de três anos atuando ativamente no setor automotivo, e premiada em 2016 por melhor reportagem jornalística através do concurso da Auto Informe.
ASSISTA AGORA
Veja mais ›
Fechar