Audi compra estrutura da ABT Sportsline e passa a ter equipe de fábrica na Formula E

Notícias 10 de julho de 2017 Leo Alves 0

Após abandonar o campeonato mundial de endurance (WEC), a Audi realmente passou a apostar todas suas fichas na Formula E. A montadora alemã anunciou na última sexta-feira (7) que comprou a estrutura da ABT Sportsline, assumindo o controle da equipe na próxima temporada da competição. Com isso, a Audi passa a ter time de fábrica na categoria dos carros elétricos.

LEIA MAIS: França pretende proibir venda de veículos a combustão até 2040

Volvo irá lançar cinco carros 100% elétricos até 2021

Desde a primeira temporada da F-E, disputada em 2014, a Audi patrocina a ABT. O piloto brasileiro Lucas Di Grassi sempre disputou as provas pela esquadra, sendo cedido pela fabricante das quatro argolas. A parceria entre as duas empresas se manterá para a temporada 2017/2018, mas com a montadora alemã comandando as ações por completo.

“Nos últimos meses, temos apoiado de forma mais intensa a Fórmula E – nos dias de corrida, no desenvolvimento do novo powertrain e em inúmeras atividades fora da pista”, ressalta o Dr. Peter Mertens, membro do board para Gestão e Desenvolvimento Técnico da Audi AG. “Ser a primeira fabricante alemã a participar ativamente das competições a partir da próxima temporada é um compromisso claro da nossa marca com a mobilidade elétrica, com carros que estarão na pista de corrida a partir de dezembro e no próximo ano nas ruas, com o novo Audi e-tron”, completa.

De acordo com a empresa, um novo powertrain já está em desenvolvimento e será lançado para o próximo ano. “Já completamos com sucesso, na Espanha e em Neuburg, os testes com os novos componentes e nosso projeto está no cronograma”, diz Dieter Gass, head do Audi Motorsport. “A competitividade na Fórmula E entre fabricantes, equipes e pilotos é enorme. Isso torna os detalhes no desenvolvimento ainda mais cruciais.”