As 5 motos mais baratas em consumo do Brasil; veja a lista!

As 5 motos mais econômicas do Brasil
Veja uma lista com as 5 motos mais econômicas do Brasil (Foto: Divulgação/Honda)

Os preços dos combustíveis não param de crescer no Brasil. De acordo com dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Bicombustíveis (ANP), o valor cobrado pelo litro da gasolina já chega bem próximo dos R$ 8. Ou seja, aquelas motos que possuem um bom consumo se tornam protagonistas. Pensando nisso, o Garagem360 traz uma lista com as 5 motos mais mais baratas em consumo do Brasil. Veja a lista!

Honda Biz 110i (Foto: Divulgação/Honda)

Veja a lista do Garagem360 com as 5 motos mais baratas em consumo do Brasil

1º- Honda Elite 125 (54 km/l)

Honda Elite 125 (Foto: Divulgação/Honda)

Quem abre a lista é uma das scooters mais conhecidas do mercado. A Honda Elite 125 tem vários atributos que a tornam uma boa compra. Custando a partir de R$ 10.120, ela é uma das mais baratas da categoria. Sem falar que o modelo 2022 tem painel digital, iluminação em LED e rodas de liga leve.

Esta motocicleta vem equipada com um motor 125 cc monocilíndrico, 4 tempos, arrefecido a ar e com injeção eletrônica PGM-FI (movida a gasolina). Ele pode gerar uma potência máxima  de 9,34 cv a 7.500 rpm e um torque máximo é de 1,05 kgfm a 6.000 rpm. Ele está acoplado a uma transmissão automática (V-MATIC). O consumo médio desta moto é de cerca de 54 km/l.

2º – Honda ADV 150 (50,9 km/l)

As 5 motos mais econômicas do Brasil
Honda ADV 150 (Foto: Divulgação/Honda)

Outro modelo bastante econômico da montadora japonesa é a Honda ADV 150. Esta moto possui uma característica bastante interessante. Ela é pode ser uma boa opção para quem busca um modelo mais prático e que seja boa para enfrentar aventuras off-road. Custando a partir de R$ 18.500, o modelo vem de série com iluminação Full-LED, para-brisa ajustável, guidão cônico e porta objeto e entre outros itens interessantes.

Sem falar do design imponente. Esta moto está equipada com um motor de 149,3 cc, OHC, Monocilíndrico, 4 tempos, arrefecimento líquido e injeção eletrônica (PGM FI) de gasolina. Sua potência máxima é de 13,2 cv. Já o torque máximo é de 1,38 kgfm. A transmissão é a do tipo V-MATIC. Com este propulsor, é possível fazer 50,9 km/l.

3º – Honda Biz 110i (47,5 km/l)

As 5 motos mais econômicas do Brasil
Honda Biz 110i (Foto: Divulgação/Honda)

Uma das motos mais conhecidas do País também está em nossa lista das 5 motos mais econômicas do Brasil. A Honda Biz foi lançada há mais de 20 anos e desde então se destaca nas vendas. Sua versão mais em conta é a 110i e está custando a partir de R$ 9.260. A moto traz porta-objetos e freios CBS.

Seu motor é o de 110 cc monocilíndrico, 4 tempos, arrefecido a ar e com injeção eletrônica de gasolina (do tipo PGM-FI). Ele pode produzir uma potência máxima de 8,33 cv a 7.250 rpm e torque máximo de 0,89 kgfm a 5.550 rpm. Ele está acoplado a uma câmbio semiautomático (4 marchas). O consumo médio da Biz 110i é de 47,5 km/l.

4º – Haojue DK 150 S FI (44,8 km/l)

Haojue DK 150 S FI (Foto: Divulgação/Haojue)

Chegou a vez de falar da Haojue DK 150 S FI. Esta é uma das motos da categoria Street com o melhor custo-benefício que o mercado pode oferecer. Apesar de ser um pouco desconhecida pelo público em geral, a motocicleta chinesa possui algumas qualidades que podem agradar. Primeiramente, ela custa a partir de R$ 13.898. Sem falar que traz um painel LCD e freios CBS.

Seu motor é de 150 cilindradas, monocilíndrico, 4 tempos, DOHC, refrigerado a ar e com injeção eletrônica de gasolina. Ele pode gerar uma potência máxima de 12,1 cv e torque máximo de 1,24 kgfm. Sua transmissão é uma manual de cinco marchas. De acordo com a fabricante, a DK 150 S FI pode fazer 44,8 km/l.

 5º – Honda Pop 110i (41 km/l)

As 5 motos mais econômicas do Brasil
Honda Pop 110i (Foto: Divulgação/Honda)

Por fim, a CUB Honda Pop 110i fecha a nossa lista. Ao lado da Biz, ela é uma das referências da categoria. Sem falar que está posicionada no primeiro lugar do ranking das motos mais baratas do País. Hoje, ela está custando a partir de R$ 7.700. Esta moto é bastante prática e pode ser uma boa opção para quem acabou de tirar a CNH.

Ela está equipada com um motor de 110 cc, OHC, monocilíndrico, 4 tempos, arrefecido a ar e com injeção eletrônica (PGM-FI). Sua  potência máxima é de 7,9 cv a 7.250 rpm. Enquanto isso, o torque máximo é de 0,90 kgfm a 5.000 rpm. Ele está acoplado a um câmbio de quatro marchas. A Pop 110i está equipado com um sistema de freios CBS, suspensão dianteira do tipo garfo telescópico e suspensão traseira dois amortecedores. Seu consumo é de 41 km/l.

 

Com informações da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Bicombustíveis (ANP)

Pedro Giordan
Pedro GiordanJornalista graduado pela Universidade Metodista de São Paulo em 2017. Redator do Garagem360 desde 2021, onde acumula desde então experiência e pesquisas sobre o setor automotivo. Anteriormente, trabalhou em redação jornalística, assessoria de imprensa, blog sobre futebol e site especializado em esportes.
ASSISTA AGORA
Veja mais ›
Fechar