Tags

Notícias

Aprenda a minimizar os prejuízos causados pelas ruas esburacadas

Créditos: Photo credit: Neal3K via Visual hunt / CC BY-NC-ND
19 outubro, 2017
Da Redação, com assessoria

Dias chuvosos atacam a paciência e o bolso do motorista. Algumas oficinas, durante esse período, aumentam o fluxo de serviços e atendimentos em quase 15%, por conta dos clientes que buscam consertos emergenciais dos pneus ou suspensão de seus veículos. O grande vilão, nesta história, são os buracos, que quando encobertos por água das chuvas, enganam a todos.

LEIA MAIS:
Conheça os 50 carros mais vendidos no mundo em 2017 (até agora)
Conheça os carros mais vendidos nos EUA e na Europa em 2017

“Numa cidade como São Paulo, a maior do país, se estima que mais de dois mil buracos surgem todos os dias, principalmente na temporada de chuvas”, explica Eliel Bartels, gerente de Engenharia e Inovação do Centro de Tecnologia, Treinamento e Inovação da DPaschoal, rede varejista de serviços automotivos. “São milhares de armadilhas que, diariamente, os motoristas precisam escapar para evitar prejuízos severos.”

Quem mora em grandes centros urbanos, sabe bem que muitas vezes é inevitável transitar sobre ruas e avenidas esburacadas. Para diminuir o problema, a DPaschoal dá dicas práticas a motoristas. Confira abaixo.

  • Mantenha seus pneus calibrados. Verifique a pressão dos pneus, de acordo com o manual do veículo, com mais frequência, pois estes componentes também servem como um “sistema de amortecimento” e se estiverem murchos ou com pressão excessiva, irão prejudicar o sistema de suspensão.
  • Ao perceber buracos a frente, diminua a velocidade, evitando pisar bruscamente no pedal de freio. Frear com muita intensidade, quando a suspensão estava comprimida, pode prejudicar a movimentação do conjunto, causando até mais danos que o próprio buraco.
  • Passe pelo buraco com o veículo de frente, ou seja, em linha reta e “solto”, pois isso vai proporcionar que todo o curso da suspensão trabalhe, de forma a absorver melhor o impacto. Passar propositalmente de lado pelos buracos, sobrecarrega só um braço da suspensão, podendo gerar uma torção inadequada na carroceria e possíveis danos.
  • Colocar pneus de perfis muito baixo, diferentes da especificação da montadora, pode diminuir o conforto do motorista e passageiros, especialmente quando transitando numa via esburacada. Pneus que não atendam às necessidades do veículo também aumentam a possibilidade de danos à suspensão.
  • Após passar pelo buraco, se sentir trepidar o volante, notar barulhos diferentes ou o veículo puxando para um lado, procure um especialista mecânico, numa oficina de confiança, para descobrir o que está errado.
Newsletter

Receba com exclusividade nossos conteúdos e o e-book com dicas para cuidar melhor de seu veículo.