Anda de carro a noite? Saiba como detectar se seus faróis estão desalinhados

NotíciasServiços 6 de dezembro de 2017 Da Redação, com assessoria 0

O Brasil possui uma frota de mais de 40 milhões de veículos ativos segundo dados do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito). Motoristas de todos os estados conduzem, diariamente, seus carros pelas ruas e estradas brasileiras e muitos deles o fazem no período noturno, no qual a iluminação artificial dos faróis é sinônimo de visão. O problema é que muitas vezes, por conta de simples desalinhamento, a luz forte dos faróis altos pode colocar em risco a segurança não somente de quem dirige, mas também de quem vem na outra direção.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link.

“Muitos motoristas, por não saberem que os faróis devem ser regulados, quando dirigem a noite o fazem sempre com a luz alta, para compensar seu desalinhamento”, comenta Eliel Bartels, head de Engenharia e Inovação do Centro de Tecnologia, Treinamento e Inovação da DPaschoal, rede varejista de serviços automotivos.

A maioria dos veículos em circulação no país têm facho de luz assimétrico, que é quando o alcance da iluminação fica mais curto do lado esquerdo e mais longo do lado direito. Este tipo de nivelação ajuda a não ofuscar o motorista que vem em sentido contrário, além de tornar mais fácil a leitura das placas sinalizadoras, sempre ao lado direito da via. “Quando acionamos o farol alto, este efeito é eliminado e a iluminação fica concentrada, podendo atingir até 300 metros.”

LEIA MAIS:Dicas para se dar bem na prova da CNH

Vídeo: Aprenda a escolher a opção mais econômica entre etanol e gasolina

Segundo Eliel, as vias irregulares e esburacadas são as principais causadoras do desalinhamento das luzes, uma vez que a trepidação frequente e os solavancos na suspensão causam muita movimentação do conjunto dos faróis, gerando sua consequente desregularem. “É recomendável checar os itens anualmente, ou quando o motorista perceber que as luzes estão estranhas e fora de padrão.”

Teste em casa

Uma forma bastante simples de testar como andam seus faróis, é afastar, aos poucos, o carro da parede da garagem, em linha reta, e observar se o facho de luz dos faróis baixos se mantém na mesma linha ou vão para baixo conforme o carro se afasta. “Se o facho se mover para cima, algo também está errado. Além disso, os dois fachos devem estar alinhados e um não pode estar mais alto do que o outro”, explica Eliel.

Lembre-se que alinhar os faróis é um serviço importante e deve ser feito por técnicos especializados, numa oficina de sua confiança. Essa correção é tão importante e necessária que existem até mesmo normas nacionais e internacionais para tratar do tema. Além disso, trafegar com o farol desregulado, cujo facho de luz alta prejudica a visão dos outros motoristas, é uma infração grave e pode gerar penalização de 5 pontos na carteira do condutor.