7 erros FATAIS que podem “matar” a pintura do seu carro (o 3º é o mais comum)

Preservar a pintura do carro é uma das maneiras mais importantes de valorizar seu investimento, além de apreciar seu companheiro de jornada. Nesse sentido, confira algumas ações equivocadas que podem desfavorecer a pintura do seu veículo. 

7 erros FATAIS que podem ACABAR com a pintura do seu carro (o 3º é o mais comum)
Confira dicas de como preservar a pintura do carro (Foto: Freepik)

Importância de uma pintura do carro

Cuidar do carro como um todo é a melhor forma de valorizar o seu investimento e garantir boas condições de negociações no futuro. 

Desta forma, a pintura do veículo é um dos principais aspectos que impede a desvalorização do carro, seja ele antigo ou novo. 

VEJA TAMBÉM

No entanto, situações cotidianas testam regularmente a resistência da pintura veicular como condições climáticas, manuseio do veículo e alguns cuidados específicos que os proprietários negligenciam. 

Sendo assim, confira 7 ações que não contribuem com a vida útil do seu carro, e impactam negativamente na pintura do mesmo segundo a fornecedora global de tintas PPG. 

7 erros FATAIS que podem ACABAR com a pintura do seu carro (o 3º é o mais comum)
Confira dicas de como preservar a pintura do carro (Foto: Freepik)

Deixar o carro sujo

A primeira atitude que sabota a pintura do carro, é deixá-lo sujo com frequência. 

Além de não ser agradável para muita gente, essa condição é prejudicial por conta das partículas de poeira que impregnam na lataria do veículo.  

Parar embaixo de árvores

Quem zela pelo seu carro deve tomar cuidado com o lugar que escolhe para deixar o carro por um certo tempo. 

Parar embaixo de árvores, por exemplo, pode deixar a pintura do carro sujeita a queda da seiva e fezes de passarinhos. 

Lavar erradamente

Tão prejudicial quanto não limpar o veículo é higienizá-lo de modo errado e isso inclui produtos e maneira de lavagem. 

Sendo assim, evite esponja não planas, sabão que não seja neutro, panos sujos, cera e óleo de cozinha.

Parar por muito tempo em construções e afins

Outro local que costuma apresentar problemas com relação ao impacto na pintura do veículo são as construções. 

Esses ambientes levantam muita poeira, o que pode deteriorar a pintura do veículo, principalmente em obras com a presença de tinta. 

Deixar o carro na chuva

Se você é daqueles que aproveitam a chuva para ‘’lavar gratuitamente’’ o automóvel, cuidado! Essa atitude pode acarretar em manchas, que podem degradar o verniz da pintura. 

Além, claro, das chuvas atípicas, aquelas com granizo, que por motivos óbvios podem até mesmo amassar o veículo com os cubos de gelo, a depender da intensidade do fenômeno. 

Não limpar vazamento de combustível

Quando ocorre derramamento de combustível do tanque, independentemente de qual tipo seja, é preciso limpar a área afetada corretamente. Caso isso não ocorra, a tinta do veículo pode sofrer danificações por conta dos componentes. 

Limpeza com material não recomendado 

Pior do que limpar sempre é fazer isso de forma inadequada ou com materiais não recomendados. 

É o caso de produtos como óleo de banana ou itens parecidos, que acabam sendo prejudiciais.

Gervásio HenriqueJornalista com maior experiência profissional no setor automotivo. Atualmente redator do Grupo Gridmidia com foco no portal Garagem360.
ASSISTA AGORA
Veja mais ›
Fechar